26/05/2017

[ RESENHA ] Aurora sob as Estrelas

Título: Aurora sob as Estrelas
Autora: Mai Passos G
Editora: Independente
Páginas: 72
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia da editora - pdf
Uma antiga lenda diz que todo o amor selado sob as estrelas da pequena cidade de Aurora durará para sempre, mas nem tudo na vida é um conto de fadas. Em Aurora sob as Estrelas, vamos conhecer oito pessoas diferentes unidas pelo amor, mas separadas pela vida e pelas escolhas. Em oito micro contos, Mai Passos nos apresentará as escolhas de cada um e as consequências que elas trazem. Dulce, Christopher, Anna, Nick, Juliana, Juliano, Tainá e Scott vão nos ensinar uma lição sobre amor e coragem - em páginas e palavras - sob as estrelas de Aurora.
 


Um livro curto, mas com lindas histórias que farão os leitores suspirarem e se emocionarem com esses maravilhosos contos que a autora Mai Passos criou. Sua ideia inicial era apenas postar essas histórias através do Wattpad e do seu Blog pessoal, mas para a alegria dos leitores, ela sentiu que seus personagens queriam falar mais, contar suas próprias histórias. E com isso, ela nos presenteia com oito micro contos com maravilhosas mensagens sobre fé, amor e esperança. Histórias fictícias de coisas reais que acontecem o tempo todo. Mas antes de começar a falar sobre eles, vamos saber um pouco mais sobre a cidade chamada: Aurora.

Aurora fica no Litoral do Rio Grande do Sul e é uma cidade fictícia criada pela autora para embalar os romances de suas histórias. E é claro que a história por onde esses belíssimos contos se passam não poderia ficar de fora, não é mesmo?



A Lenda de Aurora
 A história acontece na época da Revolução Farroupilha, onde o viúvo Barão de Sete Campos decide fugir para o Litoral com sua única filha, Aurora, para mantê-la a salvo das batalhas sangrentas. E nesse novo local, Aurora não apenas desperta o seu amor pela leitura, como também se apaixona e tem um amor proibido com Adigun, filho de um escravo. Porém, por conta da guerra, uma tragédia se abate sobre a filha do Barão e ela falece. E para homenageá-la, ele e Adgun enterram a moça no local que ela mais amava, no morro sob as estrelas, onde ela lia e viajava nas aventuras que os livros lhe proporcionavam.  

“O Barão nunca saiu daquele pedaço de terra e ali acolheu a todos que chegaram, fundando- assim – a cidade de Aurora, em homenagem a filha. Conta a lenda que o Barão e Adgun viveram ao lado de Aurora observando e cuidando do seu túmulo, até que a morte os levou.”

25/05/2017

[ RESENHA ] O Verão em que Salvei o Mundo em 65 Dias

Título: O Verão em que Salvei o Mundo em 65 Dias
Autora: Michele Weber Hurwitz
Editora: Rocco Jovens Leitores
Páginas: 288
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia da Editora
Um verão. Uma menina. Um plano. 65 maneiras de fazer a diferença. Neste livro romântico e cativante, Michele Weber Hurwitz, elogiada autora de livros juvenis, conta a história de Nina Ross, uma menina de 13 anos que, um pouco entediada e solitária durante as férias, resolve dar um gostinho diferente aos seus dias com um plano inusitado: fazer uma boa ação por dia, n99/8+anonimamente, a alguém de sua vizinhança. A cada um dos 65 dias em que põe seu plano em prática, Nina descobre algo novo sobre seus vizinhos e sua família capaz de surpreendê-la. E aprende que as coisas podem não acontecer sempre do jeito que esperamos, mas podem ser ainda melhores. Como o verão inesquecível em que ela salvou o mundo – ou pelo menos fez uma pequena diferença nele – e as próprias férias.



Boas ações podem propagar o bem?

Nina Ross tem 13 anos e mora no mesmo bairro há  9 anos, em sua rua tem oito casas, uma marrom, uma branca, uma creme e repete...

Nada de novo acontecia, era sempre a mesma coisa, mas tudo estava prestes a mudar nas suas férias de verão onde Nina embarcaria para o ensino médio. 

"Quase sempre são coisas comuns, as que passam despercebidas, que acabam fazendo alguma diferença"



A avó de Nina morreu há um ano, ela era a única companhia de verdade para a garota, com ela Nina aprendeu diversas coisas, desde costurar à Svs (simples verdades) algo que sua avó acreditava fielmente, segundo ela as coisas acontecem quando têm que acontecer. Também dizia que Nina tinha uma alma velha e uma chama em seu coração, na época nina não entendia o que a avó queria dizer, mas no primeiro dia das suas férias de verão ela começou a entender.

Tudo começou quando Nina estava em sua rede tomando sol, sua vizinha a Sra. Chung tinha colocado cravos em uma vasilha para plantar em seu jardim, algo que fazia todos os anos, mas dessa vez não iria ser possível, pois tinha quebrado a perna.
Foi aí que Nina resolveu fazer sua primeira boa ação no seu primeiro dia de férias. Anonimamente ela plantou todos os cravos para a Sra. Chung e depois de fazer isso sentiu a chama em seu coração se acender, sentiu-se uma pessoa poderosa e então lançou um desafio para ela mesma.

24/05/2017

[ LANÇAMENTOS ] Rocco - Maio



“O bom do amor é aumentar o volume do rádio quando a música preferida do outro toca.” “O bom do amor é gostar de dormir agarradinho no inverno e saber dividir o ventilador no verão.” “O bom do amor é apreciar cada qualidade, mesmo rodeada de defeitos.” O bom do amor reúne tirinhas de Chris Melo, autora de romances de sucesso entre o público feminino, e aquarelas de Laís Soares que retratam, de forma delicada, sincera e bem-humorada, os pequenos gestos que dão real significado a palavras como companheirismo e cumplicidade na vida de um casal. A cada página, o leitor encontra uma tirinha mostrando uma situação do dia a dia que comprova que o amor – e a felicidade – está nos pequenos prazeres do cotidiano.


  

Em 1919, Rachel Rabinowitz e seu irmão são levados para um orfanato em Nova York, após perderem a mãe e serem abandonados pelo pai, fugitivo da polícia. Separada do irmão e mantida em quarentena após contrair uma doença, Rachel logo se torna cobaia da Dra. Mildred Solomon, que conduz uma série de pesquisas sobre tratamentos com raio X em crianças órfãs, e é submetida a experimentos de eficácia duvidosa e efeitos colaterais desconhecidos. Mais de três décadas depois, os caminhos de Rachel e da Dra. Solomon se cruzam novamente, desta vez no Lar Hebraico para Idosos, onde Mildred, agora uma senhora debilitada, está internada sob os cuidados da enfermeira lésbica Rachel. Inspirada pela história do avô, que cresceu num orfanato judaico em Manhattan, e em pesquisas realizadas nos arquivos do Museu Judaico, a autora construiu um romance histórico repleto de drama, tensão e questionamentos éticos

[ RESENHA ] Resistência

Título: Resistência
Autora: Affinity Konar
Editora: Fábrica 231
Páginas: 319
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia da Editora
Auschwitz, 1944. As gêmeas Pearl e Stasha têm 12 anos quando desembarcam no campo de concentração nazista na Polônia. à medida que conhecem o horror e têm suas identidades fraturadas pela dor e sofrimento, tentam confortar uma à outra e criam códigos e jogos para se proteger e recuperar parte da infância deixada para trás. Mas quando Pearl desaparece sem deixar pistas, Stasha se recusa a acreditar que a irmã esteja morta e embarca numa jornada desesperada em busca de justiça, paz e de si mesma. Livro notável pelo The New York Times; Livro do Ano pela Amazon e pela Publishers Weekly; indicação de leitura dos principais veículos de imprensa norte-americanos, Resistência narra, com uma voz poderosa e única, a trajetória de duas irmãs lutando pela sobrevivência em um dos períodos mais devastadores da história contemporânea e mostra que há beleza e esperança até diante do caos.


Em Resistência de Affinity Konar somos levados a ver a dura realidade que gêmeos sofriam nas mãos do terrível Josef Mengele, livro inspirado na história real das gêmeas Eva e Miriam Mozes, sobreviventes no campo de concentração durante a II GGM.

Stasha e Pearl eram apenas crianças quando foram separadas da família logo que chegaram em Auschwitz, por serem gêmeas atendiam aos requisitos que os nazistas atribuíam como interessantes em suas pesquisas humanas. Elas recebem um tatuagem com uma numeração e isso irá incomodar profundamente Stasha, porque não quer que taxem ela e sua irmã como diferentes, afinal elas são iguais e pensam juntas.


São levadas para o galpão, que é na verdade, o alojamento precário feminino infantil. Lá encontram outras gêmeas em situações diversas, com mutilações e olhos perdidos, empilhadas em buracos buscando descansar e se aquecer. Logo de cara as duas vão perceber que é preciso ter alianças ali, para conseguir se manter mais tempo vivas.

Em um determinado momento as gêmeas Zagorski são levadas para o laboratório de testes, onde todos os gêmeos ali do campo de concentração passariam e em vários casos nunca mais sairiam. Ele inicia seus testes em Stasha alegando que está aplicando um remédio que a tornará imortal, ele floreia tanto a história ou talvez levada pela esperança, acredita que tudo ficará bem com ela e sua família, afinal sendo submetida a esse “tratamento” sua irmã, mãe e avô teriam comida. 

"E no meio desses gritos e berros havia a dor da minha irmã que eu tinha tentado desprezar, porque ela era mais forte, porque ela ia querer que fosse assim, porque eu não poderia viver com nenhuma outra. A dor de Pearl insistia dentro de mim, corria, encolhia para dar o bote e falava: Faça o que quiser com a sua parte, mas eu não serei ignorada, reformada, nem suportada."

23/05/2017

[ LANÇAMENTO ] Alina

Oi pessoinhas felizes! Tudo bem com vocês?

Hoje o post é especial, pois vou apresentar para vocês a nova edição do livro Alina, primeiro livro da série Família Cirilo. A autora é parceira aqui do blog a muuuuito tempo, em junho de 2015 resenhei aqui no blog a primeira edição de Alina e em breve vocês vão conferir a resenha dessa nova edição que está simplesmente um ARRASO Pedra Azul, vocês estão de parabéns, ficou show. Nem vou dizer que a capa ficou linda né?

Ambientada na Bahia século XVI, com passagens em Lisboa, Alina conta a história da família Cirilo, que veio de Portugal com o intuito de ajudar na colonização do Brasil. Alina Cirilo amouo jovem advogado Pedro Garcia desde a primeira vez que o viu, um grande amor, porém, proibido. Apaixonada por Pedro, com quem havia se deitado, ela é enviada pelo pai para longe dele, mas já levava consigo a sua semente dentro dela. Sem escolha, longe de casa, vivendo em meio aos índios, ela conhece Naru, um mestiço com modos de fidalgo. Sozinha, carente, ela se deixa conquistar pelo jovem belo e doce mestiço, embora nunca tenha se esquecido de Pedro. Amor, laços familiares, renúncias, traições e reencontros surpreendentes.


Exibindo thumbnail_DSC_0378.jpgA baiana Emilia Lima é formada em Economia, mas é uma apaixonada pelas letras, principalmente pelos romances clássicos ingleses, cuja autora preferida é Jane Austen. Também é grande fã de Isabel Allende e de Gabriel Garcia Marquez. Apaixonada por viagens e cinema, Emilia adora conhecer os lugares onde os seus livros são ambientados. Dona de uma extensa biblioteca, ela tem na leitura e na escrita um de seus maiores prazeres. Sua paixão pelos livros vem desde criança, incentivada pelos avós maternos, Marlotinho e Zelinha, que sempre lhe davam livros de presente. Além de Alina, é autora de Ágata e de Dandara que fazem parte da série Família Cirilo. Emilia mora na Bahia e tem dois filhos.

22/05/2017

[ RESENHA ] O Segredo da Caveira de Cristal

Título: O Segredo da Caveira de Cristal
Autora: Mallerey Cálgara
Editora: Mundo Uno
Páginas: 326
Estrelas: 4.5/5
Livro: Cortesia da Editora
"Os habitantes de Heilland, cansados de décadas de guerra e fome, depositaram todas as suas esperanças no Rei Alphonsus, que governava com justiça e bondade. As esperanças cresceram com a notícia de que a Rainha Arápia estava grávida de gêmeos, embora muitos, no castelo, assegurassem que uma nova guerra estava sendo travada no ventre da soberana. Os gêmeos nasceram e, com o passar do tempo, Heilland compreendeu que havia um novo inimigo, ainda mais implacável: o sombrio futuro Rei. Dor, ódio, sangue, traição, passaram a fazer parte da rotina do castelo, restando ao mago Mongho e à futura Rainha Driadh a perigosa busca por respostas! Embarque nessa aventura cheia de mistérios e lutas pelo poder."


Com exímia qualidade de escrita e universo, Mallerey Cálgara nos trouxe uma fantasia medieval que agradará com certeza fãs dos gêneros. Afinal reunir mistério, magia, traição, lutas em um primeiro volume é para poucos.

Heilland, um reino próspero e que faz fronteira com todos os outros, possui uma governança calma e justiceira com o Rei Alphonsus. Tudo começa a mudar quando a Rainha Arápia começa a ter sonhos estranhos enquanto estava grávida. Esperando gêmeos, as pessoas do castelos associavam esses sonhos estranhos com estas crianças. Porém não querendo concretizar nada, o reino continuava em alegria na espera do nascimento das crianças.


Sulco, o primeiro a nascer, desde o ventre aparentou ser o mais forte, calado, mais frio e duro de sentimentos com a relação a seu irmão Heian. Este nasceu mais fragilizado, mais magro e precisou de mais cuidados do que o outro. Assim os irmãos cresceram de maneira completamente diferente: Sulco sempre mais fechado, mais sombrio e por ser o mais velho, garantido como sucessor do trono e Heian que não conhecia a maldade, era mais bondoso, mais alegre e sabendo que não seria sucessor do trono, nunca se pôs a treinar a ser um. Tudo muda quando no dia da coroação do novo rei, Alphonsus denomina seu filho mais novo como o próximo ao trono. Situações ruins acabam misteriosamente acontecendo no reino depois dessa reviravolta, e Moghon — um filho de mago que acabará sendo diretamente afetado por todas essas mudanças — ficará encarregado de descobrir as respostas do que está acontecendo.

21/05/2017

[ RESENHA ] O Guia Completo das Plantas Medicinais

Título: O Guia Completo das Plantas Medicinais
Autora: David Hoffmann
Editora: Cultrix
Páginas: 415
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia da Editora

Neste guia abrangente e bem fundamentado, o médico herbalista David Hoffmann, oferece um tratamento natural e sem contraindicações para ajudar você a recuperar e manter a saúde e o bem-estar. Orientações claras e minuciosas mostram como diagnosticar e tratar com segurança uma ampla variedade de distúrbios – desde prisão de ventre, TPM e depressão, até rinite, diabetes e tensão nervosa – sem nenhum efeito colateral nocivo. Uma obra para você promover a sua saúde e bem-estar, com um dos tratamentos mais acessíveis e completos de que a natureza nos deu.



Sabe aquele livro que todo mundo tem ou deveria ter em casa? O Guia Completo das Plantas Medicinais é esse livro.
Esse livro veio como um presente, pois quando ele diz guia completo não está de brincadeira, tudo o que você procurar relacionado a plantas medicinais ele tem. 


"Prevenir é bem melhor do que precisar tratar uma doença instalada. Prevenir significa proporcionar bem-estar ao corpo, à mente e ao espírito."



O livro começa com um sumário, seguido pelo prefácio que fala um pouco sobre o objetivo do livro, fala também sobre o quão maravilhoso e seguro começar um tratamento por meio de algo natural diferente das substâncias químicas que estamos acostumados.

20/05/2017

[ RESENHA ] Boneco de Pano

Título: Boneco de Pano (Detetive William Fawkes #1)
Autor: Daniel Cole
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia da Arqueiro

VOCÊ ESTÁ NA LISTA DE UM ASSASSINO. E ELA DIZ QUANDO VOCÊ VAI MORRER.O polêmico detetive William Fawkes, conhecido como Wolf, acaba de voltar à ativa depois de meses em tratamento psicológico por conta de uma tentativa de agressão. Ansioso por um caso importante, ele acredita que está diante da grande chance de sua carreira quando Emily Baxter, sua amiga e ex-parceira de trabalho, pede a sua ajuda na investigação de um assassinato. O cadáver é composto por partes do corpo de seis pessoas, costuradas de forma a imitar um boneco de pano.Enquanto Wolf tenta identificar as vítimas, sua ex-mulher, a repórter Andrea Hall, recebe de uma fonte anônima fotografias da cena do crime, além de uma lista com o nome de seis pessoas – e as datas em que o assassino pretende matar cada uma delas para montar o próximo boneco. O último nome na lista é o de Wolf.Agora, para salvar a vida do amigo, Emily precisa lutar contra o tempo para descobrir o que conecta as vítimas antes que o criminoso ataque novamente. Ao mesmo tempo, a sentença de morte com data marcada desperta as memórias mais sombrias de Wolf, e o detetive teme que os assassinatos tenham mais a ver com ele – e com seu passado – do que qualquer um possa imaginar.Com protagonistas imperfeitos, carismáticos e únicos, aliados a um ritmo veloz e uma deliciosa pitada de humor negro, Boneco de Pano é o que há de mais promissor na literatura policial contemporânea.
 

A história começa no dia 24 de Maio de 2010, onde Samantha Boyd já atrasada, tentava passar despercebida pela multidão de repórteres e jornalistas enquanto ia em direção ao prédio Old Bailey, o infame e centenário tribunal no centro de Londres.  Desde o primeiro dia do Julgamento a imprensa vinha acompanhando de perto todos os envolvidos. E sendo uma das juradas, Samantha, além de ter sua foto nos grandes jornais do planeta durante os 46 dias de Julgamento, ela também estava sendo perseguida por jornalistas determinados a tirar dela alguma informação importante. Então, para que isso não se repetisse, as autoridades tomaram a decisão de isolar todos os jurados num mesmo hotel até o horário da audiência.

Seria um Julgamento Histórico e por isso, a Sala 1 era a mais indicada para o caso, pois era usada exclusivamente para o julgamento dos casos mais críticos e uma das salas mais famosas do mundo. Era nela que a maioria das celebridades do universo do crime havia passado para responder aos seus inúmeros pecados. Dentre os membros que resolveriam o destino do acusado, como o Juiz, a equipe de acusação e defesa, o júri e entre outros, também estava o responsável pela detenção do réu e que também era a figura central de toda a controvérsia. O Detetive William Oliver Layton- Fawkes, também conhecido como Wolf por conta das iniciais do seu nome. Wolf não havia faltado nenhum dos 46 dias, escondido no seu assento junto da saída, ele não fazia mais do que ficar olhando para o réu trancafiado no aquário, um cercadinho elevado com um guarda- corpo de vidro, pois até que fosse considerado inocente das acusações, ele representava sinal de perigo para o resto da sociedade.

O réu se chamava Naguib Khalid, conhecido como O Cremador, apelido sugerido pela imprensa e que se revelara ser o serial killer mais prolífico de toda a história londrina. 27 vítimas em 27 dias, todas elas prostitutas de 14 a 16 anos que haviam sido profundamente sedadas antes de serem queimadas vivas, e a maioria fora encontrada ainda em chamas. Até então, por conta do fogo que destruía as pistas, e sem nenhum suspeito, a Polícia Metropolitana fora criticada por sua inércia. Mas dezoito dias após a última morte, Wolf havia encontrado e prendido o homem. Sendo um cidadão britânico de origem paquistanesa, muçulmano sunita. Khalid tinha um pequeno histórico não muito grave de incêndios criminosos, e o caso parecia resolvido até que provas fundamentadas em amostras de DNA vinculadas com três vitimas ao banco traseiro do seu carro, haviam sido apresentadas ao júri após o depoimento de Wolf.  E parecia que a justiça finalmente seria feita pela morte das moças... Até que tudo muda.

19/05/2017

[ LANÇAMENTOS ] Grupo Editorial Pensamentos - Abril



Sinopse: A Princesa do Reino de Nova toma acidentalmente uma poção do amor, e se apaixona por si mesma! Para encontrar o antídoto que possa curá-la, o rei mobiliza todos numa expedição chamada Caçada Selvagem. Competidores do mundo todo saem em busca dos mais raros ingredientes em florestas mágicas e montanhas geladas, enfrentando perigos e encarando a morte para encontrar a fórmula da poção secreta. Dentre eles, está Samantha, uma garota comum que herdou dos seus ancestrais alquimistas o talento para preparar poções. Esta pode ser a oportunidade para reerguer a decadente loja de poções da família, afinal o mundo todo estará acompanhando a Caçada nas mídias sociais. Será que ela conseguirá descobrir a cura e salvar a Princesa?


Sinopse: O revolucionário médico Bernie Siegel demonstra como a ciência e a espiritualidade podem interagir para dinamizar a capacidade de cura do seu corpo. Através de métodos como visualização orientada, linguagem dos sonhos, interpretação de desenhos, terapia do riso, entre outros, Bernie comprova que a cura pode ser autoinduzida. O livro traz histórias de cura reais surpreendentes e exercícios para você integrar a mente, o corpo e o espírito na promoção da cura e do bem-estar.

18/05/2017

[ RESENHA ] Eu Estou Pensando em Acabar com Tudo

Título: Eu Estou Pensando em Acabar com Tudo
Autora: Iain Reid
Editora: Fabrica 231
Páginas: 224
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia da Rocco

No romance de estreia do canadense Iain Reid, Jake conduz o carro em que ele e a namorada, que narra a história, vão à fazenda dos pais do rapaz. Durante a longa viagem por estradas desertas e escuras, a garota, atormentada com a perseguição de um homem misterioso que deixa sempre a mesma mensagem de voz em seu telefone, pensa em encerrar o relacionamento com Jake. Mas talvez seja tarde demais. Reid, que tem dois livros de não ficção elogiados pela crítica e contribui para veículos de prestígio como a revista New Yorker, une, numa narrativa profundamente psicológica, tanto referências de terror clássico, quanto elementos de suspenses menos tradicionais, sustentando a trama para além das limitações inerentes ao gênero. Um thriller denso que esconde, em meio ao medo provocado pela sensação de uma tragédia iminente, alegorias sobre a própria vida ser uma tragédia anunciada.

Antes de qualquer coisa, devo alertar vocês que esse foi meu primeiro contato com o gênero thriller psicológico. Além disso esse é sem dúvida o livro mais difícil de resenhar, pois o autor brinca literalmente com o leitor, minha cabeça ao final da leitura estava dando nó. 
Uma frase de divulgação do livro diz o seguinte: Você sentirá medo, mas não saberá o por quê. Essa frase chamou muito minha atenção, fiquei curiosa para saber o motivo de não sabermos o por quê de não sentir medo e o autor está de parabéns, pois cumpriu o que prometeu. Eu não tinha noção alguma do que estava com medo.
Não vou poder falar muito sobre a trama, pois esse é um livro quase impossível de soltar um spoiler ou outro, então vai ser uma resenha curtinha mesmo.


Jake e sua namorada ( o nome dela não é revelado ) estão viajando, ele quer apresenta-lá a seus pais, quer que ela conheça a casa que ele cresceu. Ela? Ela está pensando em acabar com tudo, mas é claro que Jake não tem ideia disso.
Jake é um ótimo namorado embora estejam namorando a pouco tempo, o pouco que ela sabe sobre ele já é bom o suficiente para continuar com o namoro, mas não é o que ela quer. Ele é inteligente, um ótimo rapaz. Ela poderia acabar com tudo de uma vez, mas também quer conhecê-lo melhor, conhecer sua família e o lugar onde nasceu.

“Eu estou pensando em acabar com tudo. Quando este pensamento chega, ele fica. Gruda. Perdura. Domina. Não há muito o que fazer”

16/05/2017

[ RESENHA ] As Primeiras Quinze Vidas de Harry August

Título: As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Autora: Claire North
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 448
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia da Editora

O livro mais intrigante que você pode achar sobre o ciclo da vidaCertas histórias não podem ser contadas em uma única vida. Harry está no leito de morte. Outra vez. Não importa o que faça ou que decisões tome: toda vez que ele morre, volta para onde começou; uma criança com a memória de todo o conhecimento de uma vida vivida diversas vezes. Nada nunca muda... até agora. Ele está perto da décima primeira morte quando uma garotinha de 7 anos se aproxima da cama: “Quase perdi você, doutor August. Eu preciso enviar uma mensagem de volta no tempo. O mundo está acabando, como sempre. Mas o fim está chegando cada vez mais rápido. Então, agora é com você.” Este livro conta a história do que Harry faz em seguida, do que fez antes, e do que faz para tentar salvar um passado inalterável e mudar um futuro inaceitável.
 


“Escrevo para você.
Meu inimigo.
Meu amigo.
Você sabe, já deve saber.
“Você perdeu.”

Essa introdução me deixou intrigada e ao mesmo tempo ansiosa para iniciar a leitura, porém já aviso a vocês que este não é um livro fácil de ser lido, devemos prestar bastante atenção em cada detalhe dessa obra fascinante e ler com muita calma, senão poderemos facilmente nos perder haha. Mas não se preocupem, pois isso não faz com que o livro seja menos interessante ou tedioso, pelo contrário, essa obra é simplesmente incrível! Então, vamos a resenha...


O nosso protagonista se chama Harry August, e infelizmente, sua vida não fora nada fácil. Filho bastardo de Rory Edmond Hulne, um homem poderosamente rico e que por conta de mágoa de ter sido traído pela esposa, ele decide se vingar estuprando Elizabeth Leadmill, a inocente e jovem ajudante de cozinha da Mansão Hulne. Quando a gravidez começa a aparecer, Rory já havia voltado à ativa na França onde serviria até o fim da Primeira Guerra Mundial como um major sem destaque na Guarda Escocesa, enquanto a moça é obrigada a deixar a Mansão sem sequer uma carta de referência durante o outono de 1918, por Constance Hulne, a avó paterna de Harry.

Elizabeth morre ao dar a luz num banheiro feminino na estação de trem de Berwick- upon- Tweed, em 1919 no Ano Novo. Mas para a sorte do bebê, Prudence e Douglas Crannich, um casal que presenciara o nascimento, encontra um cartão com o nome e telefone de Patrick August, um homem que trabalhava para a família Hulne e que iria ajudar Elizabeth a encontrar Rory. O casal decide contatar Patrick e entregar o bebê à família. Contudo, ao saber do neto, Constance não dá nenhuma importância, ao contrário de Alexandra, a tia mais jovem de Harry, que tendo compaixão pelo bebê e sabendo que Patrick e sua esposa, Harriet, não poderiam ter filhos por conta do marido ser estéril, ela pede que o casal cuide do bebê como se fosse deles e que todo o mês eles receberiam uma quantia para ajudar na criação deste, assim como sempre receberiam seu apoio.

A vida de Harry não era perfeita, mas era boa, pelo menos até o dia da morte de sua mãe adotiva, por conta do câncer no pulmão quando ele tinha apenas oito anos. Patrick não consegue seguir em frente e se torna um homem frio e completamente distante, deixando Harry sozinho na dor de ter perdido tão cedo a mulher mais gentil e amorosa que ele já conhecera. Na sua juventude, Harry é convocado para combater como soldado da infantaria na Segunda Guerra Mundial. E anos depois, ele volta para a Mansão Hulne e assume o posto de Patrick, cuidando do terreno em volta da propriedade até o dia de sua morte em 1989, o dia da Queda do Muro de Berlim. Para ele, sua vida fora considerada como medíocre, porém ele irá perceber que ela não era a última.


Na segunda vida, Harry renasce exatamente onde havia começado, do mesmo modo, no mesmo lugar e na mesma família. Porém, ainda criança, suas memórias da vida anterior voltam para o seu corpo a plenos poderes, deixando-o num grande estado de loucura. Confusão, angústia, dúvida e desespero começam a tomar conta do seu corpo, fazendo com que ele começasse a berrar em plenos pulmões. E com apenas sete anos, Harry é internado no Hospício St Margot para os desafortunados, onde no sexto mês de confinamento ele consegue se jogar de uma janela do terceiro andar, levando-o a morte imediata pela queda de cabeça.

A pergunta que eu me fiz quando comecei a ler até aqui foi: Por que isso está acontecendo com ele?

01/05/2017

[RESENHA ] O Garoto do Cachecol Vermelho

 Título: O Garoto do Cachecol Vermelho
Autor: Ana Beatriz Brandão
Páginas: 291
Editora: Verus Editora
Estrelas: 4/5
Sinopse: Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.
Olá Leitores,

SOCORRO! Minhas escolhas literárias foram invadidas por protagonistas difíceis de aguentar.

Mas, CALMA, não me abandone que explicarei direitinho para vocês.

A última resenha publicada com minha assinatura foi "Bom dia, Verônica", um suspense nacional com uma mensagem intensa e fascinante. Muito bem, estou de volta com mais um talento da literatura brasileira e a garota de dezessete anos (ou seriam 16?) tem diversos livros lançados..

O Garoto do Cachecol Vermelho é um drama new adult que vai além do romance e dos mistérios do mocinho que você respeita. Fala sobre família, amizade, perda e violência. A protagonista é um assunto à parte: Melissa é arrogante, pretensiosa, preconceituosa, mimada, egoísta e não possui nenhum senso de empatia. Tudo o que ela almeja é ser a melhor bailarina, estudar na Juilliard e ter todo o restante de melhor só pra ela. A relação com a mãe é difícil, não tem apreço pela amiga e está em um namoro sem futuro.

Sério!
 
É difícil a leitura? Não. 

Porém, acostumada que sou com as moças bem educadas, tímidas ou divertidas que encontro nas estantes da vida; ler o ponto de vista de Melissa foi um desafio que fico contente de ter concluído.

"Pouco tempo depois, o auditório se encheu de pacientes. Eu não sabia qual eram suas doenças ou quem eles eram e não me importava. Desde que não se sentassem ao meu lado, tudo bem".
© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo