19/09/2017

[ RESENHA ] Não Fuja!

Título: Não Fuja! (Trilogia Não Pare #3)
Autora: FML Pepper
Páginas: 384
Editora: Valentina
Estrelas: 5/5
Vida. Morte. O que há entre elas? Antes e depois delas? Dois universos tão distintos e intimamente ligados. Como não sucumbir ao desejo que lhe drena a vida? Como aceitar que existe morte em vida e vida na morte? O que fazer quando a morte é a centelha que pulsa na vida, embebida de escuridão? A bússola da existência gira e aponta: o medo é uma opção; a vida, uma batalha; a morte, uma bênção.
 


Como ocorreu no final do segundo livro, Nina tinha uma grande decisão a tomar. Entre ficar em Zyrk ou voltar para a sua dimensão, mas como ela poderia ir embora se as pessoas que ela se importava estavam ali? Richard não queria que ela ficasse, pois era perigoso demais e por mais que ele a amasse tanto.( Simm, vocês leram certo! A nossa Morte de irresistíveis olhos azul- turquesa, de temperamento explosivo, arrogante e sarcástico, finalmente admitiu que amava a nossa mocinha). Não havia futuro para um zirquiniano e uma híbrida, era preciso pensar na segurança de Nina, mesmo que isso significasse que eles nunca mais iram ficar juntos por conta das pedras Hox, que ao serem esfregadas juntas quando Nina passasse pelo portal, o poder delas impediria para sempre que ela entrasse em Zyrk, além de nenhuma morte conseguir encontrá-la em sua dimensão, principalmente Rick.


Contudo, Kevin tinha uma “carta na manga” para fazê-la ficar. E enquanto Richard estava desacordado, e gravemente ferido por conta da luta contra os guerreiros de Kevin. Shakur, o temeroso e impiedoso líder negro surge com seus homens exigindo a cabeça do seu antigo resgatador e braço direito por ter matado seu filho Collin. Kevin fica feliz em devolver Richard para que Shakur tenha a sua vingança, mas não antes de mostrar a ele e a Nina uma foto muito intrigante que deixa o líder negro em estado de choque ao contemplá-la. Nela, estava Stela, Nina e um homem muito belo de olhos azuis, moreno e forte, que abraçava as duas e sorria para a foto em um momento alegre e feliz. Nina sente um aperto no peito e uma saudade enorme de sua mãe, mas também não consegue se lembrar do homem da foto, será ele o seu verdadeiro pai? E quanto a Dale? O zirquininano do Reino de Windston, que segundo o seu descoberto e querido avô Wangor, a havia lhe contado que ele e sua mãe haviam se apaixonado. Nina está confusa, mas tudo se complica quando ela encontra uma segunda foto que parecia ter sido tirada recentemente, mostrando Stela com o rosto muito abatido.

16/09/2017

[ RESENHA ] Jane Austen Roubou meu Namorado

Título: Jane Austen Roubou meu Namorado (Um Diário Secreto)
Autora: Cora Harrison
Páginas: 288
Editora: Editora Rocco
Estrelas: 4/5
Livro: Cedido pela Editora
Baseado nos diários da escritora Jane Austen na adolescência, este divertido romance juvenil é uma história de aventura, mistério, fofocas e, claro, flertes e paixões. Uma das autoras mais queridas em todo o mundo, cujo bicentenário de morte ocorre este ano, Jane Austen (1775-1817) segue arrebanhando uma legião de fãs em pleno século XXI com romances nos quais retrata a sociedade inglesa de sua época com precisão e ironia. Em Jane Austen roubou meu namorado, a escritora irlandesa Cora Harrison recria, para os jovens de hoje, a atmosfera dos livros da própria Jane Austen mesclando ficção e dados reais, a partir dos diários da autora de Orgulho e preconceito. O livro retrata as peripécias amorosas da futura escritora, que já se considerava uma especialista em assuntos do coração, e de sua prima Jenny.

Jenny está apaixonada pelo capitão Thomas Willians, um homem honesto e bom. O casal está ansioso para saber a resposta do irmão de Jenny sobre aceitar o pedido de casamento de Thomas. A garota de 17 anos perdeu os pais jovens e sua mãe deixou seu irmão Edward-John como tutor, mas o problema é que o rapaz se casou com uma megera que o comanda como quer, Augusta convence Edward-John a recusar a oferta de casamento de Thomas, mesmo com os tios de Jenny (Sr. e Sra. Austen) pedindo para que ele pense melhor sobre a oferta, tentando fazê-lo entender que o capitão é um ótimo rapaz e um bom partido... Ainda assim o pedido é recusado.

"- Odeio a Jane Austen! Odeio de verdade!Paro. Conheço essa voz.– Ah Lavinia, mamãe disse que Jane Austen é apenas uma garotinha atrevida, afetada, vulgar e caçadora de marido. Ela sempre fala que você não deve dar atenção a ela."

Jenny fica profundamente triste com a resposta do irmão, ela sabe que seu amado capitão está prestes a embarcar em uma missão que o deixará afastado dela por um ano... Nada conseguia alegrar o coração de Jenny, por sorte ela tinha Jane que a fazia rir de vez em quando com suas histórias engraçadas sobre pessoas que conheceram. Jane sempre escrevia uma cópia para Jenny colocar em seu diário.

15/09/2017

[ RESENHA ] Os Herdeiros Da Noite

Título: Os Herdeiros Da Noite (As Noites Cariocas #1)
Autor: Leonardo Carneiro
Editora: Autografia
Páginas: 224
Estrelas: 4/5
Livro: Cortesia da Editora

Eles existem desde o início dos tempos, vivendo secretamente entre os humanos. Pertencem a sociedades secretas e guerreiam entre si através dos séculos em busca de poder, infiltrados e no controle de Instituições mortais para que estas sirvam as suas vontades. Quando o Sol se põe no Rio de Janeiro, os vampiros ganham as ruas da cidade. Para os meros mortais, Lohan Tiberius, um escocês nascido em 1297 d.C., administra uma boate com seus aprendizes Vincent e Vivian na cidade carioca, entretanto, é palco para a elaboração de muitos estudos, planos e estratégias durante um frágil momento de paz.
 


A existência de vampiros e lobisomens deu-se início na época de Caim e Abel, que ao assassinar cruelmente o seu irmão por inveja e raiva e ainda por cima beber o seu sangue, Caim recebe como punição de Deus uma marca que, nas noites de lua cheia, o transformaria numa besta violenta metade homem e lobo. Porém um destino igualmente cruel ocorre com Abel, que ao ser enterrado longe dos olhos de Deus e pelo seu sangue ter sido drenado de seu corpo, se torna um vampiro que eternamente iria vagar em busca do sangue de suas vítimas e vingança contra seu irmão.

“Enfurecido, o Senhor baniu Caim para que vagasse sempre nas terras inexploradas. Caim temeu sofrer na mão das criaturas do deserto e então o primogênito foi marcado pelo Todo- Poderoso: Terei piedade de ti, pois não sabias  o que era morte até praticá-la. Bebeste do sangue de Abel e de agora em diante não conhecerás outro gosto a não ser o de suas vítimas. Marcarei a ti para que reflita a bestialidade do ato que cometeste. Assim ninguém nunca será capaz de fazer-lhe mal.”


Com a ajuda de Lilith, mãe dos arcanistas e que aprendera poderes para se sustentar nas terras de Nod, Caim e Abel, separadamente, também desenvolvem seus poderes, mas de maneiras totalmente diferentes. Caim poderia falar com os espíritos e deles, retirar o poder, enquanto Abel poderia abraçar suas vítimas, ou seja, transformá-los em vampiros. Contudo, isso viria com um preço, além de nunca poderem andar a luz do dia, seus filhos iriam tramar e lutar para sempre entre eles. E assim, deu-se início a linhagem e a guerra entre vampiros, que eram considerados Crias, e lobisomens, Bestias.

13/09/2017

[ LANÇAMENTOS ] Rocco - Setembro


COLEÇÃO CAPA DURA HP







Depois de Por um toque de ouro, em que Emily O’Connell, herdeira de um império fashion, descobre ter o dom da sorte e fazer parte de uma rara linhagem Leprechaun, e Por um toque de sorte, em que é levada para o centro de um esquema perigoso e cruel por alguém que está se apropriando de seu dom, a jovem protagonista da Trindade Leprechaun, trilogia de fantasia contemporânea inspirada nas lendas irlandesas, luta para recuperar o que é seu em Por um toque de magia. E enquanto retoma o controle sobre seu próprio destino, Emily acaba se apaixonando, no emocionante desfecho da série, repleto de fantasia e romance.




Quando a chuva aflige o vilarejo de Véu-Vale pelo terceiro dia consecutivo, as ruas iluminadas por tochas ficam desertas; as janelas, uma a uma, se fecham; nesses dias, quem caminha pelas ruas de Véu-Vale caminha sozinho. Em O coletor de espíritos, novo romance de Raphael Draccon, um dos principais nomes da literatura de fantasia nacional, Gualter Handam, antigo morador do vilarejo e hoje um psicólogo prestigiado, se vê obrigado a retornar ao local que povoa seus pesadelos. Depois de tantos anos, ele terá de encarar antigos fantasmas e enfrentar uma força desconhecida e furiosa, numa jornada de sacrifício e redenção que poderá finalmente libertar todo um povo das garras do medo.



06/09/2017

[ RESENHA ] Espada de Vidro



Título: Espada de Vidro
Autor: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 496
Estrelas: 3,5/5

O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes.

Resumo

No segundo volume da série A Rainha Vermelha, a rebelião do povo de sangue vermelho contra a poderosa elite de sangue prateado continua a se fortalecer. 
Mare Barrow, a principal arma dos rebeldes, agora tenta encontrar outros sangue novos como ela: pessoas de sangue vermelho, mas com poderes extraordinários. 
O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. 
Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sangue novos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.

Um breve gostinho da história...

O livro começa exatamente no final do seu antecessor: Mare confiou na pessoa errada,  foi traída e  jogada covardemente numa arena pra ser morta junto com Cal.
Mesmo tendo seus poderes drenados pelo silenciador Arven, Mare e Cal conseguem escapar do arena, e fugir do palácio com ajuda do que sobrou da guarda Escarlate, mas agora eles são poucos e estão feridos, precisam de reforço para continuar. Então fogem para a base da guarda para pedir ajuda. Ao chegar a base, eles não são tão bem vindos assim.
Cal é considerado um inimigo, e logo é preso pela guarda. Já Mare é considerada alguém com muito poder, tanto por sua eletricidade quanto por sua fama.
Eles a querem como a nova cara da Guarda Escarlate.
Sabem que ela pode convencer a mais pessoas a se juntarem a causa.
Mas Mare tem apenas um propósito agora: VINGANÇA!
Ela precisa encontrar todos os sanguenovos que puder e se vingar.
Precisa os encontrar antes que Maven os encontre e os mate.
Ele tem a lista assim como ela. Ela precisa ser mais rápida.
Ela fará de tudo pra conseguir salvar todos que puder antes que seja tarde.

“-Recebi uma lista de nomes. De vermelhos como meu irmão e eu, nascidos com a mutação responsável pelos nossos… poderes. – Preciso convencê-lo. Preciso. – Eles podem ser encontrados, protegidos e treinados. São vermelhos como nós, mas fortes como os prateados, capazes de lutar contra eles em campo aberto. Talvez até poderosos o bastante para ganhar a guerra. – Minha respiração sai trêmula e ruidosa, e meu peito se agita quando penso em Maven. – O rei sabe da lista, e com certeza vai matar todos se não os encontrarmos primeiro. Ele não vai deixar uma arma tão poderosa passar – finalizo.”

Será que ela conseguirá encontrar todos da lista antes do novo e cruel rei?
Será que conseguirá se vingar?
© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo