21/07/2017

[ RESENHA ] Renda-se

Título: Renda-se - Encontro (Renda-se #1)
Autora: Anne Marck
Editora: Angel
Páginas: 300
Estrelas: 5/5

Júlia é a típica garota da cidade. Advogada, independente, solteira, de boa família, com tudo o que qualquer mulher pode querer. Quase tudo. Infeliz com sua vida, ela vê a oportunidade de fugir – pelo menos por uma semana – quando é convidada para ser madrinha de um casamento em uma linda fazenda. O lugar é como o próprio paraíso na Terra. Júlia e suas melhores amigas, Katy, Pini e Alice, estão prontas para aproveitar a viagem. Será como férias de verão. Nada pode ser melhor do que isso.
As coisas começaram muito bem, regadas a bom champanhe e boas risadas, até que uma inocente brincadeira entre elas muda completamente o destino de Júlia e a coloca na linha de fogo do furacão Frederico, um homem realmente impressionante, mas de péssimo temperamento e com uma grande aversão a mulheres da cidade.
Tudo o que Júlia não sentiu em uma vida inteira está prestes a implodir sua zona de conforto quando ela mexe com ele. E Frederico não é o tipo de sujeito que vai se deixar usar, não sem lhe ensinar uma boa lição. Não aposte sentimentos. Você pode perder.
 


Júlia e suas amigas, Alice, Katarina e Priscila, sempre foram muito unidas desde a infância. Eram como irmãs e neste dia não poderiam ser diferentes, pois elas seriam madrinhas de Ivan, primo de Alice e amigo de longa data das meninas que finalmente iria se casar. E para comemorar a união de Ivan com Bianca, o pai da noiva havia proposto que houvesse uma comemoração de sete dias em sua fazenda para celebrar.


Havendo música e bebida, Júlia aproveita para esquecer todos os seus problemas e curtir o momento com suas amigas, que eram como um cano de escape em sua vida. Mas o sossego não dura muito tempo, pois Kate, como se estivesse lendo os pensamentos de Júlia, resolve tornar a noite mais “excitante”. Ela decide criar um desafio para relembrar dos velhos tempos e na mesma hora, Alice e Pini empalidecem enquanto Júlia rezava para que não fosse algo tão constrangedor. 

17/07/2017

[ RESENHA ] Ponto Sem Retorno

Título: Ponto Sem Retorno (Saga Giselle #1)
Autora: Gabriela Simões
Editora: Edições Vieira da Silva
Páginas: 238
Estrelas: 5/5
  Giselle Levy é meio-bruxa e vive isolada do mundo com o seu avô, escondida do olhar do rei. É cuidadosa e astuta, contudo, numa tentativa de sobreviver, foi apanhada e chantageada por um dos príncipes de Kendrad, Cristian, que promete não a entregar, se ela for trabalhar para o palácio. Num dilema, ela coloca em perigo a sua identidade e passa a trabalhar no palácio, onde terá de lidar com as constantes tentativas de sedução do príncipe Cristian, os misteriosos olhares de príncipe Eli, os encontros escondidos com o seu melhor e único amigo, Rylan, e um rei desumano com segredos obscuros. Giselle vive numa constante incerteza e angústia de ser descoberta, amargurada pelo facto de não poder ser livre, encontra uma misteriosa sala, com um poderoso encantamento que poderá mudar tudo. Assertiva, inteligente e defensiva, irá deparar-se com uma escolha que mudará para sempre a sua vida e a ideia que tem si própria.
 


Há 25 anos, o Reino de Kendrad era uma terra de paz com seres mágicos e não mágicos. Até que um dia, o Rei colocou um mandato em todas as ruas do centro e das províncias, decretando ordem de captura a todo o tipo de magia. Onde seres foram levados, tratados como monstros e queimados numa fogueira em praça pública. Muitos fugiram e outros lutaram, mas estavam em minoria e foram derrotados facilmente. A revolta durou cerca de 20 anos, com a ajuda do avô, a mãe de Giselle conseguiu permanecer fora do alcance dos guardas, até dar a luz e sua energia ser liberada com extrema intensidade. Por conta disso, ela fora captada pelos sensores dos guardas, cujo objetivo ao serem treinados pelo próprio Rei é sempre reconhecerem qualquer tipo de magia e extingui-la rapidamente.

Após a morte de sua mãe, Giselle ficou aos cuidados do avô, que a levara para um asilo, longe de Kendrad e do olhar do Rei, para que não tivesse conhecimento da existência deles e para que todos pensassem que a magia desaparecera. O que não era verdade, pois mesmo não se considerando uma bruxa muito poderosa, Giselle conseguia acelerar o crescimento das plantas, teletransportar-se em pequenas distâncias e fazer alguns feitiços que lia nos livros de bruxaria de sua mãe. Porém, ela raramente usava magia, e o medo constante a mantinha sempre alerta caso sua energia fosse identificada. Sua vida era praticamente uma luta pela sobrevivência, os momentos raros de descanso e liberdade eram apenas quando ela estava cavalgando pelas colinas e florestas com Nessie, uma linda égua com pelos brancos que nunca se sujavam. Por ser conhecida pelo seu temperamento explosivo, além do seu avô, havia um rapaz chamado Rylan Poskitt, seu melhor amigo e a segunda pessoa mais importante da sua vida. Ele era o único que conseguia entendê-la e que sabia sobre o seu segredo. Juntos, eles tinham o desejo de fugir para bem longe de tudo que conheciam. Contudo, ela não poderia fazer isso, por conta do avô, que não aguentaria a viagem, e principalmente, porque começara a adoecer.       

Mesmo não sendo seu avô de verdade, (quando sua mãe ainda era criança, ele a acolhera como se fosse sua filha), ele era a sua única família e Giselle não deixaria que nada ruim acontecesse com ele. Seu estado era mal, porém mesmo sendo um senhor muito gentil, assim como ela, ele era teimoso e não aceitava ordens para ficar de cama. Por não poder trabalhar, sem que as pessoas desconfiassem, para conseguir comida, Giselle costumava caçar na floresta ou em medidas extremas, ela roubava.  E neste dia, ela teria de optar pela medida extrema. Giselle estava ficando preocupada, pois a comida estava acabando e mesmo sendo arriscado, ela teria de ir ao centro de Kendrad. Porém, este não era um dia normal, pois era o início da Parada dos Príncipes, o acontecimento mais importante do Reino. Um desfile do palácio até o centro com o intuito de o povo conhecer seus governantes. Ou seja, haveria muitos guardas.
© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo