07/06/2017

[ RESENHA ] Alquimia da Tempestade

Título: Alquimia da Tempestade (1 #1)
Autor: D.G.Ducci
Páginas: 105
Editora: 7Letras
Estrelas: 5/5
Livro: Cortesia do autor.
"Alquimia da Tempestade" não é uma obra de ficção, como nos diz o próprio autor, ao final do livro: trata-se de uma quase-autobiografia poética. O que diferencia esta obra de outras tantas coletâneas de poemas são as pistas deixadas, ao longo das páginas, de que se trata de uma jornada no estudo de poesia, na qual mescla-se o Romantismo ao clássico Árcade (“Eu, querida, não sou aventureiro” / “Eu, Marília, não sou algum vaqueiro”), ou à homenagem aos dois amores do soneto 144 de Shakespeare em “Dúbio guerreiro”. A maturação do poeta leva à alquimia de uma tempestade.
 


O livro começa com belas poesias falando sobre a vida do autor e seus desejos, como que ao tocar piano, imaginava-se cantando como Axl Rose, e mesmo que no final soasse fanho, era apenas para expressar o que sentia.
Poesias que parecem histórias de aventuras contendo temas como dragões, reis, cavalheiros e guerreiros que vão em busca de sua própria fé e honra. Contudo, como na última página o autor assinala que não é uma obra de ficção, e sim uma quase-autobiografia.  Ducci também constrói poesias em forma de críticas em relação ao mundo, a sociedade, a violência e a valorização da própria poesia. 



Temas como juventude, solidão, sonhos e morte, cuja escrita se torna mais sombria. Também há um tema que chamou muito a minha atenção durante a leitura. Sobre as três diferentes formas de poesia construídas em relação à mulher.  Nas primeiras páginas, ela é descrita de forma inocente no começo, mas ao despertar do desejo, a escrita muda descrevendo a beleza do seu corpo de uma forma sensual.  Já na segunda parte, a mulher é descrita como modelo e musa que desperta inspiração e adoração ao poeta. E na terceira, e última, ela é descrita como um ser quase inalcançável.

Porém, como estamos falando de poesia, o autor não poderia deixar de introduzir dois temas que se são maravilhosos e ao mesmo tempo angustiantes, como a paixão e o amor. Baseado nas experiências de Ducci, ele cita o amor como uma invasão, a esperança de um dia ter a mulher amada em seus braços é tão grande a ponto de enlouquecer. Adquirindo sofrimento e agonia a ponto de adoecer. 

"Na vida de um poeta, minha amada,sofrer é ter razão de uma existência,porém uma existência desgraçada...
...pois se há de ter no peito uma dormênciaque o amor faz explodir na madrugadae mostra cada gota dessa ausência."

 Então, não tem como o leitor não suspirar e ficar fascinado com essas lindas e incríveis poesias. A obra também contém uma surpresa com dois maravilhosos autores falando sobre esses temas que não são apenas belos, mas também tristes como o amor não correspondido.
Ás vezes até são, mas que duram até determinado tempo. E isso me fez lembrar imediatamente de uma citação de Hamlet, que para aqueles que não conhecem, é um romance de tragédia escrito por William Shakespeare, cuja obra é a minha preferida.

A citação é a seguinte: "O PRÓLOGO: Para nós toda a indulgência, para a tragédia e demência de vossa alta paciência. HAMLET: Isso é prólogo ou emblema de anel? OFÉLIA: Foi curto. HAMLET: Tal como o amor das mulheres."
É um momento até um pouco divertido do livro, e esse trecho na fala de Hamlet, expressa claramente o que o autor quis expressar em sua poesia.

"Pois cega-me a visão desse Desejoque implora teus agrados mais ardentesnaquele mesmo instante em que te vejo.
Mas fico a sussurrar por entre os dentes
que um dia em fim terei essa certezada busca de te amar por todo sempre."

 Fiquei completamente encantada com essa obra e confesso que também fiquei muito triste por ter terminado tão rápido haha. Os textos são complexos e reflexivos com uma escrita delicada e formal. Não tem como não suspirar a cada momento da leitura, sendo tão bela e diferente que nos afeta, passamos a ver o mundo de outra forma. Sendo a primeira obra do autor, Ducci escreve suas poesias de um jeito único e envolvente não apenas sobre pensamentos e momentos vividos, mas também outros temas que irão surpreender o leitor. Vale a pena conferir!  

18 comentários:

  1. Oi Jennifer!
    Que bacana! Não sou fã de poesia, mas o livro parece legal, justamente por trazer um pouco de Fantasia, meu gênero favorito.
    Achei curioso ser algo meio biográfico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele! Pois é haha, o livro é muito surpreendente! Espero que goste da leitura, bjss!

      Excluir
  2. Olá! Eu adoro poesias e acho que iria amar o livro. Confesso que, a princípio, quando você falou dos temas, fiquei com medo de se tratar de poesia com uma mistura de fantasia! Mas adorei saber que ele usa essa linguagem para falar da própria vida e adorei os demais temas abordados! Vou procurar para ler.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karla! Simm, pode ler sem medo haha! Fico muito feliz que tenha gostado. Bjss!

      Excluir
  3. Oi linda,

    Esse livro é um dos meus xodós, porque tem poemas complexos e muitos reflexivos que trazem questionamentos saudáveis e pensamentos românticos e bem pontuados.

    Vou reler em breve.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiee! Que bom que gostou, ele também se tornou um dos meus preferidos haha! Concordo totalmente! Bjss.

      Excluir
    2. Muito feliz de inspirar os leitores. Obrigado pelas palavras!

      Excluir
    3. E nós leitores ficamos mais felizes ainda pela oportunidade de ler a sua obra! Bjss!

      Excluir
  4. oiiii tudo bem??

    Então não conhecia o livro nem o autor, e só pela capa tenho certeza que não me chamaria atenção. Estou começando a me apegar em poesias e achei bem interessantes os temas abordados, só não consigo remeter dragões a essa capa.
    Pretendo ler futuramente.
    Adorei Bjus Rafa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafaella! Que bom que se interessou, leia simm, que você irá entender haha. Bjss!

      Excluir
  5. Oie!
    Confesso que li poucos livros de poesia, então não sei muito bem se gosto ou não, rs. Não li tanto assim para formar uma opinião. Mas vou anotar essa dica para conferir futuramente.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carla! Te entendo haha, sem problemas. Espero que goste! Bjss!

      Excluir
  6. Que edição linda do livro, fiquei encantada com a sua resenha.
    Não conhecia o livro e apesar de nao ler tantas poesias, achei que esse podia ser algo pra começar a gostar.
    Me chamou atençao os temas abordados e acho que vou tentar depois conhecer mais da escrita do autor.
    Adorei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suzzy! Obrigada, que bom que gostou! Simm, é um livro ótimo para começar. Espero que goste tanto quanto eu haha! Bjss.

      Excluir
  7. Oi, Jennifer
    Gostei da dica, pois mesmo não lendo com muita frequência, gosto bastante de poesias.
    Não conhecia o livro, mas gostei da diversidade. E toda e qualquer poesia não pode falar o melhor assunto: amor e paixão.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leticia! Fico feliz que tenha gostado, com certeza são os temas essenciais haha. Bjss!

      Excluir
  8. OLá! Achei linda sua resenha, deu vontade de ler as poesias. Gostei das observações feitas, do modo como ele tratou as emoções. A capa está linda demais, é capa dura? Gostei da foto, ficou meiga, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?!
    Adoro histórias que nos fazem refletir e pensar em nós e no mundo que vivemos. Mas poesia não é meu estilo preferido, então fico feliz que você curtido a leitura, mas no momento não é o que eu penso em ler.
    Bjs

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo