01/05/2017

[RESENHA ] O Garoto do Cachecol Vermelho

 Título: O Garoto do Cachecol Vermelho
Autor: Ana Beatriz Brandão
Páginas: 291
Editora: Verus Editora
Estrelas: 4/5
Sinopse: Melissa é uma garota linda, rica e mimada, que sempre consegue o que quer e tem todos na palma da mão. Ela acredita que a carreira de bailarina é a única coisa que realmente importa, porém suas certezas são abaladas quando faz uma aposta com um garoto misterioso, que parece ter como objetivo virar sua vida de cabeça para baixo. De repente, Melissa se vê dividida entre dois caminhos: realizar seu maior sonho, pelo qual batalhou a vida inteira, ou viver um grande amor. Mas, não importa aonde ela vá, todas as direções apontam para o garoto do cachecol vermelho... Com esta história intensa e apaixonante, Ana Beatriz Brandão vai emocionar e surpreender o leitor, provando que é uma jovem autora que tem muito a dizer.
Olá Leitores,

SOCORRO! Minhas escolhas literárias foram invadidas por protagonistas difíceis de aguentar.

Mas, CALMA, não me abandone que explicarei direitinho para vocês.

A última resenha publicada com minha assinatura foi "Bom dia, Verônica", um suspense nacional com uma mensagem intensa e fascinante. Muito bem, estou de volta com mais um talento da literatura brasileira e a garota de dezessete anos (ou seriam 16?) tem diversos livros lançados..

O Garoto do Cachecol Vermelho é um drama new adult que vai além do romance e dos mistérios do mocinho que você respeita. Fala sobre família, amizade, perda e violência. A protagonista é um assunto à parte: Melissa é arrogante, pretensiosa, preconceituosa, mimada, egoísta e não possui nenhum senso de empatia. Tudo o que ela almeja é ser a melhor bailarina, estudar na Juilliard e ter todo o restante de melhor só pra ela. A relação com a mãe é difícil, não tem apreço pela amiga e está em um namoro sem futuro.

Sério!
 
É difícil a leitura? Não. 

Porém, acostumada que sou com as moças bem educadas, tímidas ou divertidas que encontro nas estantes da vida; ler o ponto de vista de Melissa foi um desafio que fico contente de ter concluído.

"Pouco tempo depois, o auditório se encheu de pacientes. Eu não sabia qual eram suas doenças ou quem eles eram e não me importava. Desde que não se sentassem ao meu lado, tudo bem".


Na trama, vamos conhecer uma bailarina determinada que anseia receber a carta de aprovação da escola de música e artes cênicas de Nova Iorque, seu jeito (como explicado acima) chama a atenção de Daniel, um garoto que é o completo oposto dela: Gentil, conciliador, alegre e todas as características que amamos nos mocinhos que não se escondem numa fachada de bad boy, apesar de ter os próprios calos na vida.

"Aquele sorriso que só podia ter sido criado por Deus quase nunca falhava. Era como um farol, que trazia luz para a vida de todos".

Daniel simplesmente decide que é para Melissa que vai provar que o mundo não é como seus olhos enxergam e após um acordo entre eles colocará a garota em situações que a levarão não só ao limite, mas também ao amadurecimento. E não pense que será rápido. Não. Ana Beatriz é uma escritora ousada e sua protagonista é alguém real, alguém com quem infelizmente tropeçamos ao longo da vida.

O rapaz merece o título de "pessoa perfeita que ama outra totalmente errada", e aqui encaixo minha insatisfação com a história, pois infelizmente eu não gostei dos dois como casal, por não entender o que Daniel, apesar do histórico da Melissa, vê de tão especial na garota além da aparência e suavidade da dança, ela muda em alguns aspectos, no entanto me pareceu um tanto superficial, como se ela estivesse se esforçando para merecer o amor dele e não que se importasse de verdade com suas atitudes egoístas e preconceituosas. Não é só uma questão de opostos por gostos musicais, literários e de estilo, mas pela visão de mundo de cada um em assuntos tão delicados que não dá pra simplesmente fingir que aceita ou que não está ali intrínseco na pessoa. Mas, é algo bem pessoal meu, e minha única ressalva é essa. Entendo que o período da história não se estenda, mas para que amor deles fosse palpável para mim, eles levariam alguns anos como bons amigos mesmo.

"Em breve teríamos que voltar para o mundo real. Suspirei. Um mundo em que existia tristeza e preocupação. Um mundo que na maioria das vezes, não merecia ter alguém como Daniel vivendo nele".

A verdade é que vez ou outra somos como a Melissa, estamos tão presos ao que desejamos para nossas vidas que deixamos pra lá ou passamos sem ver, somos influenciados apenas por nossas marcas do passado. É melhor que sejamos mais como Daniel, que apesar de não ser perfeito, aceita mais desafios e tem o olhar e a delicadeza para agir em situações nas quais a diferença possa ser feita.

22 comentários:

  1. Eu não li nenhum livro da autora e sei que esse livro está fazendo sucesso. Parece ser legal tentar uma leitura em que a personagem principal não seja aquele modelo de menina perfeita e o cara o tipo de bad boy que sempre vemos. A arte da capa está linda na edição.

    memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thamires,

      Ler algo que foge da nossa zona de conforto é muito bom ;)
      Também amei a capa <3

      Excluir
  2. Oi, Thaise!
    Eu estava lendo esse livro e acabei abandonando. Não aguentei a Mel. Para mim ela não cresceu. Fui até a parte em que ela descobre sobre a doença de Daniel, mas eu já estava desanimada com as atitudes de Mel que não quis mais ler. Talvez um dia eu volte a leitura, mas por agora não. :/
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Crislane,

      Que pena você ter abandonado, mas entendo seu ponto de vista. A Mel é uma personagem bem difícil mesmo.

      Bjs

      Excluir
  3. gostei muito da sua resenha,eu comprei esse livro ,mas ainda não li.
    um grande beijo,amo seu blog.
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day,
      fico contente que tenha gostado. Esperamos vê-la mais vezes por aqui
      :D

      Excluir
  4. Oi, gostei muito dá sua resenha e sua honestidade. Assim como vc, também não imaginária os dois juntos com esse tipos de valores diferentes, mas a capa está linda e quero conhecer a escrita dessa jovem autora. Mais um pra lista, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Helyssa,
      Espero que conheça as histórias da Ana em breve.
      Obrigada pela visita.
      Bjs

      Excluir
  5. Oiii Thaise tudo bem?
    Menina eu sou louca para ler esse livro que você nem imagina menina, eu tenho um bloco de notas, lápis e lencinhos do livro, não pensaria duas vezes, agora falta a obra para terminar minha coleção, ótima resenha flor.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgana, quase tudo ótimo rs. Espero que com você também! Por que tudo é muita coisa, né?

      Acredito que você vá gostar, só esteja calma e serena para não estrangular as páginas pensando que é a Mel hahahaha

      Abraço :)

      Excluir
  6. Olá linda,

    A autora é uma baby ainda *_*
    Eu lerei esse livro pelo título e essa capa fofa, mas já estou vendo que vou querer matar a Mel haha, porque já li um livro com uma personagem altamente preconceituosa e mimada ao extremo que me fez querer queimar o livro. Só o par dela salvou a história, porque era um amor.

    Não consigo aceitar uma pessoa vibe positiva e amorosa se juntar com alguém preconceituoso e egoísta. Nenhum amor vai mudar uma pessoa só porque a amamos...ela tem que mudar para amadurecer e saber que ela não é centro do universo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tudo bem?

    Eu já ouvi falar bastante desse livro, mas nunca havia lido uma resenha dele, parece ser um livro que com certeza eu gostaria de ler, mas em compensação a personagem da obra, não sei se conseguiria aguentar ela por muito tempo, mas vamos ver futuramente o que acontece quando eu realizar a leitura do livro!

    BJss

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu já conhecia esse livro, mas sinceramente não tenho a menor vontade de lê-lo agora. Acho que, em romances, os personagens precisam te cativar... Você já sabe que vai encontrar uma história de amor construída por duas pessoas, e, se você não gostar das pessoas, não tem a menor graça. Detestei a personalidade da protagonista, não conseguiria ler não hahaha.


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Thai!
    Esse é mais um dos livros que sempre tive curiosidade de ler, mas só agora fui ler uma resenha sobre, kkk. Vi tanta gente falando sobre ele e confesso que não esperava uma personagem tão mesquinha. Tô bem surpresa com isso e não sei se teria paciência com ela, kkkk.

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bom?
    Já conhecia esse livro e acho a capa bem bonita. Não leio muitos New Adult, mas a história desse me interessou, acho que a maneira como você apresentou ele me despertou curiosidade. Fiquei um pouco chocado com o primeiro trecho que você escolheu, que personalidade ruim a da protagonista hauhsua. Adorei a resenha.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  11. Olá! Já faz dias que eu quero ler esse livro, ou melhor, faz meses! Está na minha lista de futuras aquisições. Gostei da premissa do livro, tem algo envolvente e que vai predner atenção dos leitores. Ah! Sua resenha ficou incrível.

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Nunca vi uma sinopse em que "entrega" que a mocinha é mimada e tudo mais. Achei bem legal isso. Gosto de livros que nadam contra a corrente e que me desafiam na leitura. Certamente seria um livro que, mesmo não sendo dos meus gêneros preferidos, eu leria, só pela originalidade!
    Daí, lendo sua resenha, deu mais vontade ainda! Adorei. hahaha

    Beijos
    http://www.aquelaepifania.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiee Thaise ^^
    Menina, como eu odiei a Melissa...haha' tinha vezes em que quase largava o livro de tanta raiva dela, e raiva do Daniel também. Tanta gente no mundo, e ele queria justo ela.
    Mas o que vem depois faz tudo valer a pena, né? Foi uma leitura maravilhosa e que me fez chorar horrores. Quase morri com esse livro (ok, nem tanto) ♥
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  14. Oi Thaise, sua linda, tudo bem?
    Essa capa é linda demais, estou louca para ler o livro. Que pena que o casal não lhe convenceu, é a primeira resenha desse livro que leio que faz alguma ressalva. Mas livro é algo pessoal mesmo, eu preciso acreditar nos personagens e nas suas histórias para conseguir me envolver, por isso entendo você. Tomara que eu não me decepcione. Gostei muito da sua sinceridade.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem????

    sou apaixonada por essa capa, acho ela tão fofa....mas sabe, eu nunca me interessei em ler ele, mas "compliquenta" que sou, fiquei curiosa com sua resenha e agora eu quero ler!!!

    obrigadinha pela dica!!!

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Olá! Eu fiquei bem curiosa quando vi o marketing em torno do livro, achei as imagens lindas e a capa também. No entanto, ao saber que havia doença, confesso que fiquei receosa, porque passei por episódio recente na família e ainda não me sinto bem lendo sobre isso. Obrigada pela dica, me ajudou a entender mais a história. Abraços!

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bem?

    Eu tenho vontade de conhecer a escrita dessa autora, de verdade, sempre vejo obras delas nos blogs que costumo visitar. XD

    Entretanto, confesso que saber desse comportamento da personagem me incomoda um pouco, mas só lendo para tirar as próprias conclusões, eu sei, eu sei, XD
    É tão er... quando o casal não convence. o.o

    Valeu pela indicção!

    Beijo!

    ResponderExcluir

Olá!
Seja bem vindo ao Coleções Literárias. Sinta-se a vontade para deixar seu comentário.
Siga o blog também, seremos imensamente gratos.
CONTATO: colecoesliterarias@gmail.com
Beijos

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo