31/08/2016

[ RESENHA ] A Coroa, A Cruz e a Espada

Título: A Coroa, a cruz e a espada - Coleção Brasilis #4
Autor: Eduardo Bueno
Páginas: 285
Editora:  Selo Estação Brasil
Estrelas: 3/5
Livro: Cedido em parceria com a Sextante

Sinopse: Em 1548, com a derrocada das capitanias hereditárias, Portugal decidiu estabelecer um Governo-Geral no Brasil. No ano seguinte, o militar Tomé de Sousa desembarcou na Bahia, acompanhado por burocratas, funcionários públicos, soldados e degredados. Sua missão era construir a primeira capital da colônia, a Cidade do Salvador, e, a partir dali, estabelecer a lei e a ordem em todo o território.A cidade – erguida em regime de empreitada, com licitações fraudadas e obras superfaturadas – de fato foi construída. Mas a lei e a ordem não fixaram residência ali. Pelo contrário: a desordem e a ilegalidade se tornaram a regra, não a exceção.





Olá Pessoal,

A resenha de hoje se trata de um livro que guarda a verdadeira história do Brasil, mas precisamente sobre a situação política da Colônia, que por um certo lapso de tempo apresentou vários desafios para os primeiros colonizadores, que precisaram de muita coragem para conseguir organizar politicamente o país. A obra também propõe reflexões a respeito da influencia do passado, na atual situação política do Brasil, levando o leitor a questionar e refletir sobre tudo o que conhece.

O livro busca retratar uma visão crítica a respeito colonização do Brasil e todas as implicações políticas que o cercavam. Nos deparamos com uma história, totalmente adversa daquelas que aprendemos na escola, pois Eduardo Bueno, mostra cruel as raízes da corrupção, despotismos, burocracia e nepotismo, não tão diferente dos nossos dias atuais. Neste livro, encontramos o país nos primórdios da colonização portuguesa, que ao tentar resgatar o Governo Geral, primeira tentativa de colonização realizada com os recursos da Coroa Portuguesa, é apresentado um grande desafio: a desigualdade. Começamos a história em 1549, na Bahia, onde Tomé de Souza desembarca, acompanhado de vários funcionários, que excedem e muito, o número de pessoas necessárias para todos os cargos, até então disponíveis na colônia.


A figura de Tomé de Souza é sem dúvidas notável, que se envolveu muito bem com as ações governamentais. No entanto, logo tudo foi desfeito pelo senhor  Duarte da Costa – governante que substitui Tomé – que por falta de experiência ou talvez um certo despreparo para determinados assuntos, acaba fazendo nascer a verdadeira corrupção. Por outro lado Tomé de Souza patrocinou acordos com os índios, cujas consequências políticas, religiosas, antropológicas e históricas influenciaram diretamente a vida brasileira, por mais de um século.


“Povo que não conhece a sua história, está fadado a repeti-la”.

30/08/2016

[ RESENHA ] Mentirosos



Título: Mentirosos
Autora: E. Lockhart
Páginas: 272
Editora: Seguinte

Estrelas: 4/5

Cadence vem de uma família rica, chefiada por um patriarca que possui uma ilha particular no Cabo Cod, onde a família toda passa o verão. Cadence, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat (os quatro "Mentirosos") são inseparáveis desde os oito anos. Durante o verão de seus quinze anos, porém, Cadence sofre um misterioso acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos, tentando juntar as lembranças sobre o que aconteceu.


E. Lockhart nos surpreende com uma história extremamente envolvente e cativa nossa atenção à medida que o leitor acompanha o desenrolar da trama.



Logo no início do livro somos apresentamos à Cadence Sinclair, uma garota que vem de uma família em decadência, mas uma família em que todos são loiros, bonitos, altos e tradicionais. A família Sinclair possui uma ilha particular perto da costa de Massachusetts e Cadence e os primos se encontram nessa ilha particular todo verão. É sempre a mesma situação, eles se encontram no verão, mas não se falam mais a partir do momento em que saem da ilha. E de início, dá pra perceber que a Cadence denuncia essa situação como sendo mais um podre da família Sinclair, ou seja, uma família que faz de tudo para manter as aparências.


“Bem-vindo à família Sinclair. Ninguém é criminoso. Ninguém é viciado. Ninguém é um fracasso. Os Sinclair são atléticos, altos e lindos. Somos democratas, tradicionais e ricos.”


29/08/2016

[ RESENHA ] A Longa e Sombria Hora do Chá da Alma

Título: A Longa e Sombria Hora do Chá da Alma
Autor: Douglas Adams
Editora: Arqueiro
Páginas: 224
Estrelas: 3/5

Livro: Cedido pela Arqueiro
Kate Schechter devia ter prestado atenção aos avisos que o universo tentava lhe dar. No aeroporto de Heathrow, prestes a embarcar para a Noruega, a americana pensa em todos os sinais que lhe diziam para não fazer aquela viagem. Ainda assim, ela não está nem um pouco preparada para a explosão do balcão de check-in, que destrói parte do terminal. Enquanto isso, no norte de Londres, o detetive Dirk Gently está no fundo do poço: sem dinheiro, vive de bicos como quiromante numa tendinha. Refletindo sobre seu fracasso, ele lembra de repente que, na verdade, tem um cliente e está absurdamente atrasado para o encontro aquela manhã. Porém, o investigador chega tarde demais. Sentindo-se culpado pela sina do homem, ele resolve mais uma vez fazer uso da interconexão de todas as coisas e vê uma ligação do seu caso com os estranhos eventos no aeroporto. Abrindo caminho em meio aos elementos mais absurdos, Dirk se depara com uma máquina de refrigerante que aparece nos lugares mais improváveis, uma águia hostil que insiste em atacá-lo, um hospital sinistro para casos exóticos, horóscopos insultuosos e uma calculadora de I Ching.Neste delicioso livro que dá continuação à série de Dirk Gently, o leitor se surpreenderá ao observar como todas as peças do quebra-cabeça se encaixam para formar uma tramagenial e hilária.

A Longa e Sombria Hora do Chá da Alma é o  segundo volume da série Dirk Gently. Os livros podem ser lidos fora de ordem, mas eu recomendo de verdade meeeesmo  você começar pelo volume 1.
Kate Schechter estava no aeroporto prestes a ir para Noruega, mesmo recebendo diversos sinais do universo que deixava claro que aquela não era uma boa ideia. Um dos sinais mais claros foram; um estranho a sua frente do balção de check-in atrasando a todos os passageiros de uma maneira mais que irritante e o segundo sinal foi a explosão.

O estranho era que ninguém conseguia explicar o que causou a explosão, alguns chegaram até mesmo dizer que a explosão foi um ato divino.


26/08/2016

[ LANÇAMENTOS ] Editora Gente





Ricos não correm atrás de dinheiro. Correm atrás de liberdade!As pessoas de classe média vivem com os mesmos princípios: gastam tudo o que ganham durante o mês para manterem um padrão de vida mais elevado do que podem ter. Como sobra pouco ou nenhum dinheiro para adquirir o “conforto”, utilizam os financiamentos dos bancos e com isso pagam juros altíssimos. Têm a falsa impressão de que estão crescendo porque possuem cada vez mais bens de consumo. Será que realmente estão progredindo? Será que o dinheiro de fato lhes traz conforto? Ou será que a classe média é cada vez mais escrava do dinheiro?O mundo atual é voltado para o consumismo. Poupar diante de tantas propagandas não é uma tarefa fácil. O resultado é que milhões de brasileiros utilizam o limite do cartão de crédito e o cheque especial para cobrir dívidas, contas em atraso e despesas da casa. Além disso, fazem empréstimos novos para quitar os antigos e, com isso, os juros vão se multiplicando.Sem conhecer as “regras do jogo”, você se preocupa em “tapar o buraco” dos juros sobre juros, das multas e outras cobranças derivadas do crédito que adquiriu. Completamente sem saída, você não vê a hora de essa situação se resolver de uma vez por todas.Então, a pergunta é: Como e por onde começar? Como sair dessa situação? Será que precisamos viver desse jeito pelo resto da vida ou podemos sair dessa situação e criar a tão sonhada liberdade financeira?Ben Zruel vai mostrar a você que viver sem precisar trabalhar todos os dias não é um sonho impossível. Com um texto acessível, Ben vai usar a sua experiência como empresário e palestrante para ensinar ao leitor um método prático e aplicável a qualquer pessoa. Construa a sua liberdade financeira, independentemente de quanto ganha por mês!

25/08/2016

[ RESENHA ] O Livro do Destino

Título: O Livro do Destino
Autor: Raphael Miguel
Editora: Chiado
Páginas: 208
Estrelas: 5/5

Livro: Cedido pela editora
O que você faria se recebesse um artefato capaz de alterar o destino de pessoas ao seu redor, interferir no futuro e destruir realidades? O que faria se um instrumento de tamanho poder caísse em suas mãos? Praticaria o bem ou o mal? Utilizaria para sanar as desgraças do mundo ou para alcançar objetivos egoístas? Tentaria salvar àqueles ao seu lado, ou salvaria apenas a si mesmo? Eric Dias é um rapaz de recém feitos dezessete anos. Pacato, vive uma vida tranquila, sem grandes preocupações. No entanto, um presente inusitado pode alterar para sempre seu destino e de todos ao seu redor. O que o rapaz fará com tal responsabilidade sobre seus jovens ombros?


Olá, caros leitores!

Estou tão animada em comentar sobre este livro, pois me surpreendi tanto com ele! Tenho que admitir que não gostei desta capa, pois apesar dela fazer bastante referência ao conteúdo da história, não a achei bonita e isso quase me causou desânimo para a leitura, mas felizmente consegui deixar o fato para lá e aceitei a proposta.

Os principais motivos que me fizeram querer ler este livro foram o título e a sinopse, que me lembraram muito a ideia de enredo do mangá Death Note, meu mangá favorito. Para quem não conhece a história de Death Note, resumidamente trata-se de um garoto que possui um caderno no qual toda pessoa cujo nome ele escreve neste caderno, morre. Recomendo muito também que leiam esse mangá, pois tem uma história bem interessante envolvendo conflitos éticos. Imagino que o próprio autor do livro deva conhecer Death Note e tenha tirado algumas inspirações de lá para escrever sua obra, mesmo que ainda assim conseguiu ser muito criativo no desenvolver de uma história totalmente própria e original neste livro.


O livro conta a história de Eric, um garoto de dezessete anos que mora com a mãe e o irmão. Tudo parecia bem em sua vida, porém alguém muito importante de sua família morre, o que causa um grande abalo em sua rotina. No entanto, este familiar escrevera um testamento antes de morrer, no qual deixava a Eric um antigo livro como herança. Com o passar do tempo, o garoto descobre que aquele livro poderia alterar o destino das pessoas sobre as quais escrevesse nele, e a partir dessa descoberta, muitas coisas começam a mudar em sua vida, inclusive com o surgimento de alguns perigos que jamais poderia imaginar.

24/08/2016

[ TAG ] Títulos

Olá pessoal!
Vamos a mais uma tag mega divertida que vi no blog Um baixinho nos livros. Não sei quem criou a tag, mas que seu criador se manifeste nos comentários para darmos devidos créditos. Bora lá?
Bom! Nem vou explicar como funciona a tag, vocês vão saber hahaahhaha.





1- O Título mais longo de um livro que você tem?
Agência de investigações holísticas dirk gently
Resultado de imagem para livro Agência de investigações holísticas dirk gently

2- O Título mais curto de um livro que você tem?
Feios

23/08/2016

[ RESENHA ] A Caçadora de Bruxos

Título: A Caçadora de Bruxos
Autora: Virginia Boecker
Páginas: 308
Editora: Galera Record
Estrelas: 4/5
Livro: Cedido em parceria com a editora
Sinopse: No mesmo estilo de Guerra dos Tronos, “A Caçadora de Bruxos” reconstrói uma Inglaterra medieval mítica, com magia e muita intriga política. Na Ânglia do século XVI, a prática da magia é ilegal e infratores são queimados nas fogueiras. Elizabeth Grey é uma das melhores caçadoras de bruxos do rei: ela localiza e captura Reformistas, rebeldes suspeitos de praticar feitiçaria para que sejam julgados e executados, conforme manda a lei. Até que, inexplicavelmente, ela é incriminada e acaba presa sob a acusação de praticar a arte que se dedicou a erradicar. A salvação, no entanto, acaba vindo na forma de seu maior inimigo: Nicholas Perevil, o mago mais poderoso e procurado de Ânglia. À medida que Elizabeth se associa aos Reformistas, suas crenças sobre a legitimidade da proibição da magia são profundamente abaladas. Ela se vê em meio a uma contenda política de proporções épicas e percebe que seus antigos aliados agora são seus inimigos mortais. Será que Elizabeth está pronta para decidir de qual lado está sua lealdade, afinal de contas?




Primeira obra que leio da autora Virginia Boecker, A Caçadora de Bruxos nos promete uma protagonista forte e corajosa, que vai vivenciar diversas aventuras, em um enredo incrivelmente instigante.

O livro nos apresenta a história de Elizabeth, uma jovem caçadora de bruxos  que trabalha junto com o seu parceiro Caleb, sendo que os dois lutam pela vigência de uma nova lei, que considera crime o uso da magia. Acontece que as coisas nem sempre foram assim, alguns anos atrás, a magia era utilizada abertamente, tanto para tratamentos, como para poções, proteção e utilização de ervas.


No entanto, alguns bruxos começaram a usar a magia para fins malignos, o que acabou resultando em uma guerra que devastou famílias. Após este marco na história, a magia foi proibida e aqueles que ousassem praticá-la seriam queimados na fogueira. Elizabeth e seu parceiro investigavam justamente os infratores da lei, afim de que os capturassem para sofrer o devido castigo.

"Não sei o que sentir. Alívio talvez; meu estigma é o que fez mim uma caçadora de bruxos".

22/08/2016

[ RESENHA ] Tijolos Poéticos

Título: Tijolos Poéticos
Autor: Leandro Israel
Editora: Autografia
Páginas: 161
Estrelas: 3/5

Livro: Cedido pelo autor

Amigo leitor, ao ler todas as mensagens e absorvê-las no interior de sua essência, não tenha dúvidas: você é um (a) proprietário (a) da obra Tijolos Poéticos. A elaboração deste livro tem o intuito de levar ao seu lindo coração, os pensamentos e sentimentos mais sublimes que alguém pode conhecer. Pensamentos e sentimentos capazes de transformar positivamente sua existência, para que seja, sobretudo, proprietário (a) de si mesmo (a). Meus profundos agradecimentos pela atenção.


Olá, caros leitores! 


Já fazia certo tempo que eu não tinha a oportunidade de comentar sobre um livro de poemas aqui, por isso fico feliz que a leitura do livro do Leandro Israel me permitiu relembrar novamente o quanto gosto deste gênero literário. Inclusive, este é um gênero que considero um pouco difícil de ser resenhado, pois nele o sentimento acaba ficando muito mais explícito do que nos demais gêneros, e isso acaba impossibilitando uma interpretação tão literal a respeito do que o autor quis dizer com aquilo. 

Tijolos Poéticos me proporcionou uma boa leitura e a reflexão sobre alguns assuntos de caráter bem pessoal, mas infelizmente também preciso comentar quais foram os incômodos que tive ao longo do livro. O principal deles foi a temática dos poemas, que acabei achando um pouco indefinida. A maioria dos textos traz verbos no imperativo, provocando a sensação de que o autor busca impulsionar o leitor para que tome atitudes que podem transformar sua vida, mas por este recurso ser usado inúmeras vezes, ele acabou se tornando um pouco repetitivo para mim. 


Gostaria que os poemas apresentassem uma temática melhor delimitada, pois infelizmente eles acabaram me parecendo muito parecidos uns com os outros devido à imprecisão dos assuntos abordados. Entretanto, nem todos os poemas têm um tema tão amplo, alguns foram mais específicos em suas abordagens, e estes foram os que eu gostei mais.

20/08/2016

[ QUOTES ] A Escolhida



“Não há mais gelo em meu peito. Não há mais dor ou desespero, nem frustração.
Só há Luke.
Há apenas o que eu realmente preciso. ”


“O amor aos poucos tem me desorientado, o perdão está acumulado em minha carne e as emoções invadem cada vez mais o meu coração. ”


“-Você só pode entregar seu coração para uma pessoa. Uma única vez. Meu maior erro foi tê-lo oferecido a alguém que não o merecia. ” –Anabelle, mãe de Ari. 

19/08/2016

[ RESENHA ] Fúria Vermelha

Titulo: Fúria Vermelha
Autora: Pierce Brown
Editora: Globo Livros
Páginas: 465
Estrelas: 5/5

Fúria Vermelha é o primeiro volume da trilogia Red Rising, e revive o romance de ficção científica que critica com inteligência a sociedade atual. Em um futuro não tão distante, o homem já colonizou Marte e vive no planeta em uma sociedade definida por castas. Darrow é um dos jovens que vivem na base dessa pirâmide social, escavando túneis subterrâneos a mando do governo, sem ver a luz do sol. Até o dia que percebe que o mundo em que vive é uma mentira, e decide desvendar o que há por trás daquele sistema opressor. Tomado pela vingança e com a ajuda de rebeldes, Darrow vai para a superfície e se infiltra para descobrir a verdade. 'Fúria Vermelha' será adaptado para o cinema por Marc Forster, diretor de Guerra mundial Z.

Aquele tipo de distopia com ficção científica maluca que gruda como chiclete e pinga sangue compulsivamente, essa é a definição perfeita para o livro " Fúria Vermelha" de Pierce Brown.

Darrow é um Mergulhador-do-Inferno. O que isso significa? 
A resposta é: ele é uma baixoVermelho e seu trabalho é captar no subsolo hélio i-3, componente esse responsável pela Terratransformação em Marte.

"- Os Vermelhos foram enviados a Marte quinhentos anos atrás. As outras Cores vieram para cá mais ou menos há trezentos anos, enquanto nossos ancestrais ainda labutavam abaixo da superfície. (...) Nas cidades, os Vermelhos que dançam desaparecem. Os que dão voz a seus pensamentos somem. Os que baixam a cabeça e aceitam as regras da Sociedade e seu lugar nela, como fazem todas as Cores, vivem com relativa liberdade."

Nessa sociedade em que ele vive existe a divisão de pessoas por cores, como se fosse em um sistema de castas, cada cor tem sua responsabilidade, benefícios ou prejuízos e inúmeros problemas, a posição mais alta é a cor Ouro, seguida por Prata, Branco, Cobre, Azul, Amarelo, Verde, Violeta, Laranja, Cinza, Marrom, Obsidiana, Rosa e Vermelho. Darrow se encontra na pior posição da pirâmide social, um baixoVermelho que vive no subsolo com poucas chances de viver por muito tempo, pouquíssimo alimento e água, frequentemente destratado por Cinzas e Cobres, cores essas que ele tem contato regularmente.



18/08/2016

[ PARCERIA ] Editora Rocco

Olá pessoinhas!
É com imensa alegria que faço a apresentação da editora mais nova parceira do Coleções ♥ Para mim foi indescritível a sensação quando li Coleções Literárias na lista de parceiros de 2016 da Rocco. Tenho certeza que será uma parceria maravilhosa.
Agora vamos conhecer mais sobre a editora e algumas das suas obras.


A Rocco tem como compromisso publicar as melhores obras de autores nacionais e estrangeiros. Criada em 1975 por Paulo Roberto Rocco, a editora sempre se mostrou atenta às manifestações da sociedade, antecipando tendências e difundindo novas ideias em diferentes segmentos. Na década de 1980, ousou ao trazer para o catálogo pensadores importantes como Michel Maffesoli e Jean Baudrillard, além de abrir espaço para nomes de vanguarda no cenário político nacional como Fernando Gabeira, Herbert Daniel e Alex Polari, entre outros intelectuais e ativistas que marcaram época.
No mesmo período, deu início à formação de seu prestigioso catálogo de ficção, com títulos como A fogueira das vaidades, de Tom Wolfe, que até hoje é referência na prosa norte-americana e foi adquirido num dos primeiros grandes leilões do mercado editorial. A Wolfe viriam se juntar, nos anos seguintes, nomes como Gore Vidal, Noah Gordon, Ken Follett, Anne Rice e Carlos Fuentes, para citar apenas alguns, formando um painel variado da literatura e do pensamento mundial do século XX.
Em 1988, apresentou ao Brasil e ao mundo aquele que viria a se tornar o mais bem-sucedido escritor brasileiro, Paulo Coelho, ao lançar O alquimista. Quatro anos depois, em 1992, A firma, de John Grisham, abria caminho para uma ficção comercial de qualidade que também se tornou uma marca em seu catálogo. No ano 2000, publicou Harry Potter e a pedra filosofal, o primeiro volume da série da então desconhecida J. K. Rowling, que se transformou no maior fenômeno editorial de todos os tempos.
Atualmente, a Rocco se mantém como uma das editoras brasileiras que mais se dedicam à divulgação de obras de ficção e não ficção contemporâneas, com nomes como Irvine Welsh, Jonathan Safran Foer e Julian Barnes, ganhador do Man Booker Prize, em seu catálogo.( Saiba + )

16/08/2016

[ RESENHA ] De Volta a Blackbrick

Título: De Volta a Blackbrick
Autora: Sarah Moore Fitzgerald
Páginas: 280
Editora: Galera Record
Estrelas: 5/5

Livro: Cortesia da Galera Record
Neste livro sensível e delicado, a autora utiliza o universo fantástico para falar sobre memória. O protagonista é Cosmo, um menino que vive com o avô e muitas vezes tem pouca paciência com ele. Na verdade, o avô sofre de Mal de Alzheimer e está perdendo a memória. Um dia, ele dá uma chave a Cosmo e pede que ele vá até a mansão de Blackbrick. O menino descobre que o local é, na verdade, um portal para o passado, e lá encontra o avô aos 16 anos. Com a nova convivência, ele vai conhecer de verdade sua história.


Um livro sobre Amor, Luto, Passado e Memória!

A vida de Cosmo mudou completamente após a morte de seu irmão Brian. Seu avô Kevin começou a se esquecer dele e a se comportar como se Brian ainda estivesse vivo e sua mãe se mudou para Sydiney, e com isso Cosmo foi morar com os avos. 

O garoto faz de tudo para fazer com que o avô não o esqueça, procurando solução para seu problema até mesmo em sites que prometer ter a solução para uma memória salvável. Sua dedicação a recuperar a memória do avô fica ainda mais intensa quando uma assistente social começa a visitá-los afim de fazer testes com Kevin (avô de Cosmo) para saber se o senhor está em condição de se manter ao lado da família ou em uma casa de repouso.




"Não que cada uma das pessoas que você já encontrou na vida tenha a obrigação de reconhecê-lo. Desejar isso seria egoísmo. Mas há uma ou duas pessoas em nossa vida que deveriam sempre saber quem somos. É provável que a gente nunca entenda a importância disso até uma delas começar a nos esquecer."

12/08/2016

[ RESENHA ] A Ideia

Titulo: A Ideia
Autora: Lucas Chagas
Editora: Novo Século
Páginas: 421
Estrelas: 5 / 5
Um homem, no limite do sofrimento, decide compartilhar sua jornada e escreve a mais sincera declaração de amor. Dessa forma, ele leva até você, leitor, a trajetória vívida de uma paixão que, sem imaginar, mudaria sua forma de ver a vida.Beatrice Dumont, 23 anos, estava habituada à mesmice da sua vida, mas percebe, durante uma noite de forte chuva, que aproveitava pouco sua juventude. E tudo parece piorar quando ela se apaixona por Benjamim. Porém, ela nem imagina o que a espera...Sem achar uma luz no fim do túnel, sente a necessidade de dar um passo em direção à mudança de vida. Mas o que ela parecia ter esquecido é que a felicidade, muitas vezes, pode trazer consigo perdas irreparáveis, principalmente quando os laços afetivos com as pessoas que amamos são muito fortes. A Ideia não é uma história de um amor perfeito, no qual o universo conspira a favor. É uma história de luta pelo amor, quando tudo parece estar contra. Fala da vida em sua brevidade, sem deixar de lado os instantes que fazem dela algo eterno.




O que falar quando o livro é muito bom, já não sei como explicar. Esse livro é literalmente ótimo. Estou tentando ser o mais sincera possível com vocês, acabei de ler o livro, e não pude deixar de vir aqui compartilhar esse sentimento maravilhoso com vocês. 

O livro começa com um prefacio, explicando um pouco da historia, e logo quando ela se inicia vemos a historia de uma garota chamada Beatrice, ela foi criada por sua tia. Viva sem esperanças, para ela sua vida não significava nada. Até que conhece um jovem em um bar chamado Tapa Olho, o nome desse jovem era Benjamim. Ai já viu né? É amor na certa. 

"Estou cansada de sonhar com coisas inexistentes, simplesmente porque a vida não é um sonho, e para ela só presta o que se faz. E isso já diz tudo. "

10/08/2016

[ NOVIDADES ] Top 3 da Bienal do Livro em São Paulo



No período de 24 de agosto à 4 de setembro, as estruturas do Anhembi vão balançar para os amantes da leitura. Eu aconselho a aventura, na primeira vez que fui a bienal, estava sem dinheiro e sem saber como seria, então vou deixar algumas dicas para que a experiência de vocês seja menos maluca do que a minha foi. 

Dicas:
  • -Roupas e calçado confortáveis; 
  • -Mochila com água, salgadinhos e uma boa alimentação antes de sair de casa;
  • -Um rascunho com a sua programação principal, é muito fácil se deslumbrar com outras atrações e depois sair chorando porque perdeu o foco;
  • -Ir tranquilo, sem pressa. Não se engane que brasileiro não lê, a Bienal enche de amantes da literatura, apaixonados por livros em destaque, fãs de youtubers e curiosos;
  • -Veja o site da Bienal, todas as informações estão lá.

Além das atrações daquelas editoras mega conhecidas que amamos e são bem disputadas, tem aquelas tão boas quanto, mas não muito populares. Minha dica é conhecer essas editoras e o que elas tem a oferecer.

09/08/2016

[ LANÇAMENTOS ] Galera Record - Agosto



Boomerang #1 - Noelle August
Uma forte história de amor proibido. Primeiro volume de uma nova trilogia românticaMia Galliano e Ethan Vance se conhecem em um bar e a química entre eles é inegável e imediata. Uma coisa leva a outra, e na manhã seguinte Mia acorda na cama de Ethan com a maior ressaca do mundo. E aí as coisas ficam complicadas. Tanto Mia quanto Ethan estão atrasados para uma entrevista de emprego. E é quando notam a maior coincidência de todas: os dois estão competindo pela mesma vaga no departamento de marketing da Boomerang, um site de relacionamentos. Será que vão conseguir ignorar o desejo que sentem um pelo outro? E quem vai ficar com a cobiçada vaga no marketing? Lorin Oberweger, e Veronica Rossi, autora mais vendida do New York Times, são as criadoras desta trilogia romântica, por trás do pseudônimo Noelle August.


Magônia - Maria Dahvana H.
Uma fantasia original com ótimos personagens, complexidade emocional e um universo fantástico. Aza Ray nasceu com uma estranha doença incurável que faz com que o ato de respirar se torne mais difícil. Aos médicos só resta prescrever medicamentos fortes na esperança de mantê-la viva. Quando Aza vê um misterioso navio no céu, sua família acredita que são alucinações provocadas pelos efeitos do medicamento. Mas ela sabe que não está vendo coisas, escutou alguém chamar seu nome lá de cima, nas nuvens, onde existe uma terra mágica de navios voadores e onde Aza não é mais a frágil garota enferma. Em ''Magônia'', ela não só pode respirar como cantar. Suas canções têm poderes transformadores e, através delas, Aza pode mudar o mundo abaixo das nuvens. Em uma brilhante e sensível estreia no gênero young adult, Maria Dahvana Headley constrói uma fantasia rica em nuances e cheia de simbolismo.

08/08/2016

[ RESENHA ] Três Coisas Sobre Você

Título: Três Coisas sobre Você
Autora: Julie Buxbaum
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Estrelas: 4/5
Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante.



Olá Leitores,

Vamos usar uma temática diferente ao final desse post: eu digo três coisas sobre mim e nos comentários vocês também deixam suas três coisas e há tanto sobre nós que pode ser algo do fundo da alma ou quaisquer outra que os represente, afinal, temos inúmeras três coisas sobre nós. Aguardo vocês depois da resenha. combinado?

Jessie Holmes mora em Chicago, está no ensino médio, tem poucos amigos e há 733 dias perdeu a mãe para o câncer. Ela e o pai tentam voltar a rotina, porém em uma das viagens dele numa convenção farmacêutica, o pai de Jessie volta casado e anuncia a mudança deles para a casa da atual esposa Rachel, que ele conheceu na internet e avançou no relacionamento, na Califórnia. 


Uma mudança drástica, onde a melhor amiga, Scarlett, fica para trás, assim como lembranças quase tangíveis da mãe na casa que já fora vendida e um novo lugar muito diferente dos desejos de Jessie. No entanto, por mais que você não queira estar em um lugar, a sua vida da continuidade sem tréguas.

"Nunca perguntei a ela. Por quê? Uma das piores coisas com relação à morte é lembrar de todas as perguntas que a gente não fez, de todas as vezes em que, idiotamente, a gente presumiu que teria todo tempo do mundo. E isso também: como todo aquele tempo não parece tempo nenhum".

07/08/2016

[ SORTEIO ] 2° Aniversário do Coleções Literárias



Olá pessoinhas!
Hoje o post é mega especial. Quem acompanha o blog sabe que dia 29 de setembro o blog fará 2 anos e é claro que não deixaremos essa data passar em branco não é mesmo?
Com a ajuda de alguns autores parceiros, editoras e amigos blogueiros (agradeço de coração a colaboração e carinho de vocês) resolvemos comemorar essa data maravilhosa presenteando vocês, isso não é incrível? Então o que estão esperando? Participem e Boa sorte a todos.

 5 kits, 15 Livros5 Ganhadores...
Se liguem nas regras.

Sorteio: Inicio|07/08/16| Término |07/10/16|

Regras 

►Cumprir todas as regras obrigatórias.
►Ter endereço de entrega em território nacional.
►Onde está visitar na opção do facebook, você deve curtir a página.


05/08/2016

[ RESENHA ] Tudo e Todas As Coisas

Título: Tudo e Todas as Coisas
Autora: Nicola Yoon
Páginas: 244
Editora: Novo Conceito
Estrelas: 5/5
Sinopse: Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.







“Lá dentro está tudo o que ela conhece, e lá fora tudo o que deseja”.
                         
Olá Pessoal,

Há um tempo eu estou namorando esse livro que me foi apresentado pela Taty, até que um belo dia eu resolvi embarcar nessa história e eu só preciso dizer que foi uma excelente leitura.

O livro conta a história da Madeline, uma jovem que foi diagnosticada com uma doença rara, chamada pela personagem de Imunodeficiência Combinada Grave (mais conhecida como doença  da criança na bolha) e por causa disso a Maddy tem alergia a tudo, o que consequentemente não a deixa ter contato nenhum com o mundo externo. Sendo assim, ela vive em uma casa sofisticada onde o ar é trocado diversas vezes ao dia e antes desse ar chegar na residência é filtrado, além de que todas as pessoas que a visitam, que na verdade é a mãe dela e a enfermeira Carla, passam sempre por um “jato de ar” que meio que purifica a pessoa antes dela entrar na casa.

Devido ao seu isolamento, a Maddy passa a maior parte do tempo dela lendo, isso mesmo a personagem é uma leitora ávida, principalmente dos clássicos. Ela também tem aulas online que tomam um certo tempo do dia dela e também faz alguns jogos com a mãe e umas sessões de cinema. Mas fora isso a vida dela se resume a essa rotina monótona.

Até que um belo dia, a Madeline está no quarto lendo um livro e acaba ouvindo um barulho de um caminhão. É claro que a curiosidade vence e ela corre para ver o que está acontecendo, e como era de se esperar, são vizinhos novos se mudando para casa da frente. A princípio ela fica um pouco receosa, porque vê pessoas fazendo tudo o que você não pode fazer é algo doloroso, mas depois ela observa a família que acabou de chegar, que é composta por: um pai, uma mãe, dois filhos: o Olly e a Kara, esses dois últimos ambos adolescentes e possuem mais ou menos a mesma faixa etária de idade dela. E bom, como toda novidade, a Maddy fica obcecada pelos novos vizinhos, o que a leva a ficar observando a rotina deles. Principalmente a do Olly. E em uma certa vez, eles acabam se olhando na janela, ele sorri para ela, mas como a jovem não está muito acostumada a ter contato com as pessoas, ela só acaba franzindo a testa.

03/08/2016

[ RESENHA ] A Tormenta de Espadas – vol. 3

Título: A Tormenta de Espadas (As Crônicas de Gelo e Fogo)
Autor: George R. R. Martin
Editora: LeYa
Páginas: 880
Estrelas: 5/
Enquanto os Sete Reinos estremecem com a chegada dos temíveis selvagens, que atravessam a Muralha numa maré interminável de homens, gigantes e terríveis bestas, Jon Snow, o Bastardo de Winterfell, que se encontra entre eles, divide-se entre sua consciência e o papel que é forçado a desempenhar. Robb Stark, o Jovem Lobo, vence todas as suas batalhas, mas será que conseguirá vencer os desafios que não se resolvem apenas com a espada? Arya continua a caminho de Correrrio, mas mesmo uma garota tão destemida como ela terá grande dificuldade em ultrapassar os obstáculos que surgem em seu caminho. Na corte de Joffrey, em Porto Real, Tyrion luta pela vida, depois de ter sido gravemente ferido na Batalha da Água Negra; e Sansa, livre do compromisso com o homem que agora ocupa o Trono de Ferro, precisa lidar com as consequências de ser a segunda na linha de sucessão de Winterfell, uma vez que Bran e Rickon foram dados como mortos. No Leste, Daenerys Targaryen navega em direção às terras de sua infância, mas antes ela precisará aportar nas desprezíveis cidades dos escravagistas. Porém, a menina indefesa agora é uma mulher poderosa. Quem sabe quanto tempo falta para se transformar em uma conquistadora impiedosa? Todo o território continua a ferro e fogo. 



Olá, caros leitores!

Esta é uma resenha que escrevo com muita alegria, pois trata-se do meu livro favorito entre os já publicados na saga As Crônicas de Gelo e Fogo, do George R. R. Martin. Como muitos já sabem, até o momento a série conta com cinco volumes publicados, mas a previsão é de que ao todo será composta por sete livros. Existe também uma adaptação para a TV, chamada Game Of Thrones, que se tornou bastante popular.

Detalhes sobre o tipo de escrita do Martin, a forma como os capítulos são divididos e informações sobre os temas mais pesados presentes nessa saga podem ser encontrados na resenha que fiz sobre A Guerra dos Tronos, que fala um pouco da série de forma geral, sem spoilers. Esta resenha terá como foco unicamente o livro A Tormenta de Espadas, mas não terá spoilers dos livros anteriores.


Por se tratar de um livro que gostei em vários aspectos diferentes, se torna ainda mais difícil descrevê-los aqui, ainda mais sem dar spoilers dos demais livros. Por este motivo, irei separar os temas que mais me chamaram a atenção no livro e comentá-los de forma separada. Não será possível mencionar todos os personagens, pois como vocês já sabem, há muitos nesta saga.

02/08/2016

[ LANÇAMENTOS ] Arqueiro e Sextante - Agosto





Essa luz tão Brilhante -  Estelle Laure
Essa luz tão brilhante
O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido.
Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.


As Sete irmãs  #1 - Lucinda Riley
As sete irmãs
Em As sete irmãs, Lucinda Riley inicia uma saga familiar de fôlego, que levará os leitores a diversos recantos e épocas e a viver amores impossíveis, sonhos grandiosos e surpresas emocionantes. Filha mais velha do enigmático Pa Salt, Maia D’Aplièse sempre levou uma vida calma e confortável na isolada casa da família às margens do lago Léman, na Suíça. Ao receber a notícia de que seu pai – que adotou Maia e suas cinco irmãs em recantos distantes do mundo – morreu, ela vê seu universo de segurança desaparecer. Antes de partir, no entanto, Pa Salt deixou para as seis filhas dicas sobre o passado de cada uma. Abalada pela morte do pai e pelo reaparecimento súbito de um antigo namorado, Maia decide seguir as pistas de sua verdadeira origem – uma carta, coordenadas geográficas e um ladrilho de pedra-sabão –, que a fazem viajar para o Rio de Janeiro. Lá ela se envolve com a atmosfera sensual da cidade e descobre que sua vida está ligada a uma comovente e trágica história de amor que teve como cenário a Paris da belle époque e a construção do Cristo Redentor. E, enquanto investiga seus ancestrais, Maia tem a chance de enfrentar os erros do passado – e, quem sabe, se entregar a um novo amor.
© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo