07/02/2015

[RESENHA] O Penhasco - Carine Raposo


Título: O Penhasco
Autor: Carine Raposo
Editora: Cadmo
Páginas: 304

Estrelas: 5/5
Livro: cortesia da autora para resenha
Liza pensou que a viagem a Los Angeles seria apenas a celebração do seu aniversário. Nunca imaginou acordar no meio da noite em um Penhasco, com um homem misterioso que parecia se mover como o vento, cujos olhos hipnotizantes destacavam-se na escuridão. Tudo no estranho gritava perigo. E tudo em Liza dizia que valeria a pena se arriscar. Esse encontro traria algo inesperado. Ainda assim, o lugar alto, o som do oceano e a árvore pareciam um sonho, e ele, fruto da sua imaginação. Até que ela acordou e o viu. Ele se espreitava no breu, no canto do quarto daquele hotel. Tentou chamá-lo, mas ele desapareceu. Somente quando o sol entrou pelas cortinas, Liza se deu conta: a cama de seus pais estava vazia.



Uma, Duas, Três horas da manhã e eu lendo O Penhasco, me diz como não ficar com medo? kkkkkkkk
A resenha de hoje é de um livro de uma capa M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A e a autora ainda é parceira do Coleções Literárias, tem como ser mais perfeito? SIM tem, Nathaniel S2... Vou parar se suspirar e ir ao que interessa, vamos conhecer um pouco do Penhasco.

Liza é uma garota de 21 anos, tem como única família a irmã de 16 anos, Raquel. Os pais desapareceram na noite em que planejaram uma viajem que aparentemente seria para comemorar o 21º aniversários de Liza, mas no meio da viajem o carro apresentou defeito e eles se viram na obrigação de fazer uma parada.
Liza e Raquel ficam em um quarto de hotel enquanto os pais procuram uma oficina. Esse foi o primeiro dia que Liza esteve no Penhasco e lá conheceu o homem do penhasco, quando acordou percebeu que  cama dos pais estava vazia e ficaria vazia por muito tempo.

Depois do inexplicável desparecimento dos pais, Liza e a irmã se mudam para Winterhill, uma pequena cidade dos Estados Unidos. As irmãs vão morar com Ben e Amanda, amigos antigos de Liza. As coisas começam a mudar, a doce e meiga Raquel torna-se insuportável de conviver e começa a namorar Ethan um  garoto tranquilo que consegue às vezes trazer a velha e boa Raquel a tona. Liza acorda mais vezes no Penhasco e se vê mais apaixonada por Nathaniel, mas será que ele é real? Essa é a constante pergunta de Liza, está apaixonada por um homem idealizado em sonho?
Outras coisas também começam a acontecer, uma sombra macabra começa a rondar Liza, mas por que?

Quando comecei a leitura fiquei encantada pelo prologo. Carine fez um belo trabalho, soube desmembrar o prologo e desenvolver a história absurdamente bem. Confesso que eu pensei no inicio " Cara, legal. Os pais de Liza sumiram, ela vê Nathaniel no penhasco, é louca por ele, mas e aí?" Carine é uma fã de The Vampire Diaries como eu e isso explica tudo. Quando eu pensava "Pronto, agora não tem mais nada para acontecer" Eu virava a pagina e me surpreendia, lógico que tem coisas bem previsíveis, mas isso é normal.
Me irritei diversas vezes com Liza, ela reclama muito é submissa demais e chora muitooooo, mas vamos dar um desconto né? Já os pais sumiram e a irmã a odeia. 
Nathaniel é encantador, meloso e preocupado demais, mas encantador.
No começo fiquei mega confusa sem saber o que colocaria na resenha já que eu estava meio que boiando na história, mas as coisas foram acontecendo, segredos , muitos segredos foram revelados, mas teve um segredo que me deixou de boca aberta e completamente chocada, vocês vão entender quando ler, a pista é Liza.

O Livro é Narrado em primeira pessoa por Liza e Nathaniel, mas também a uma intercalação entre outros personagens como Raquel, Ethan e muitos outros. Os capítulos são curtinhos o que é incrível já que assim passamos a conhecer o intimo de cada um e conhecer o seu passado também, o que é mega importante na história.
O que me deixou grudada no livro até uma, duas, três horas da manhã foi um truque fantástico que a autora usou. Todo leitor gosta de chegar em um ponto estratégico para dar uma pausa na leitura certo? Mas isso é complicado de acontecer em O Penhasco já que em cada fim desses pontos ou capítulos tem algo que não te deia parar, como por exemplo:
"No dia seguinte, levei o maior susto da minha vida. Meus olhos jamais se esqueceriam daquela cena de horror. - pág, 100"
"Sentei no colchão, me preparei para voltar ao Penhasco e esperar até a noite pela ceia de Natal. Ouvi alguma coisa se mover debaixo da cama. Em seguida, um toque gelado me prendeu pelo tornozelo. - pág, 151"
Entendem do que estou falando? Não dá para dar uma pausa na leitura depois de ler isso.

Talvez um dos motivos para dar cinco estrelas para esse livro foi o fato que eu realmente sonhei com o Penhasco, acreditem se quiserem, mas achei isso incrível, pois nunca tinha acontecido antes e eu estou acostumada a ler antes de dormir.
Detalhe final, as histórias em o Penhasco estão incrivelmente entrelaçadas de uma maneira super interessantes. Então não ignorem nada durante a leitura.

PS: Carine, preciso da continuação.





Quotes:
Algumas perdas se fazem necessárias para maiores ganhos.
A esperança quando alimentada por muito tempo, cria feridas em cima de feridas lentamente, e esse é o tipo de coisa que não cicatriza.
Os olhos dos homens nunca veem além daquilo que podem enxergar.


Bom! Pessoas, acho que é isso, deixe ai nos comentários o que vocês acharam, se já leram, se gostaria de ler ou se pretendem ler.

Beijinhos e até a próxima

06/02/2015

[PARCERIA] Ana Lemos

Olá pessoas. Vim aqui para compartilhar com vocês a primeira parceria de fevereiro. 
Vamos conhecer a nossa autora parceira do blog?


Ana Lúcia de Lemos Nora (Ana Lemos) nasceu na cidade gaúcha de Caxias do Sul, em 1968, onde vive até hoje. Desde criança sempre foi viciada em leitura, prática esta que se estendeu pela sua vida adulta, já que escolheu o Direito como seu curso de graduação, onde a leitura e a exposição de teses é muito exigida. Após a graduação, foi aprovada em concurso público, tendo exercido cargo de assessora de Juiz de Direito por mais de 17 anos. Ana acredita que essa prática na leitura e elaboração de pareceres foi essencial para sua facilidade em descrever pessoas e situações do cotidiano. É casada e mãe de dois filhos, Guilherme e Fernanda. Suas maiores paixões são os amigos, livros, músicas e viagens, além de sua Golden Retriever, Monalisa. Com a maturidade e o amor à leitura, surgiu o desejo de escrever, iniciando com “Sempre Foi Você” sua primeira trilogia romântica “Amores Traçados” que, apesar de trate-se de uma trilogia, são livros independentes, com foco em casais de personagens diversos, embora todos os personagens sempre estarão na história de uma forma ou outra.



OBRAS



Sempre foi você: Quando a brasileira Lucy Somel passou a morar em Nova York ela tinha apenas uma meta: concluir a faculdade de direito e trabalhar ao lado de sua grande amiga Anna. O amor parece não caber em seu projeto de vida, considerando os poucos breves e decepcionantes relacionamentos.
No entanto, esta linda e inteligente mulher será surpreendida por uma “forcinha do destino” ao conhecer seu orientador para o trabalho de conclusão do curso. Marco Salvatore é uma lenda dos tribunais, talento que lhe garantiu a fama de ser um dos melhores advogados da cidade, porém, relacionamentos amorosos também não estão em seus planos.
O desejo entre os dois é imediato, mas será o suficiente para fazer marco mudar de ideia e iniciar um relacionamento duradouro? Ou fazer Lucy acreditar que pode viver um grande amor?





Um amor inesperado: Andrew vivia numa constante festa, onde tudo era permitido e todas as garotas eram fáceis, até encontrar sua "fada" de cabelos vermelhos e olhos cor de caramelo.
Alice estava traumatizada com a perseguição de um ex namorado. mudou de cidade e de vida, procurando a paz e a tranquilidade que não tinha a muito tempo.
Será que a insistência de Andrew pode afastar ainda mais Alice de sua vida, ou a promessa de uma amor verdadeiro e a chance de tentar de novo poderão faze-la mudar sua visão dos homens?












CONTATOS


E-MAIL: analemos.livros@gmail.com


Estou super mega ansiosa pela leitura e conhecer o trabalho da Ana. Ela foi super simpática comigo e estou muito feliz com a parceria. Ana muito obrigada pela confiança flor.

É isso pessoal, em brave terá resenha aqui. Deixe seu comentário.

Beijinhos e até a próxima

04/02/2015

[DICA DE FILME] Te Amarei para Sempre



Olá pessoas, hoje vim compartilhar com vocês um dos meus filmes da vida. Sabe aquele filme que você tem que assistir todo ano pelo menos umas duas vezes, Te amarei para sempre é um desses filmes. Sabe aquele filme que faz com que você se coloque no lugar do personagem? Te amarei para sempre é esse filme. Sabe aquele filme que te faz chorar por dias, mas que também faz com que você acredite que amor verdadeiro é capaz de superar o insuperável? Esse é o filme. 

Te amarei para sempre é uma adaptação do livro A mulher do viajante do tempo, um livro que ainda não li, mas está na minha lista. Quando assisti o filme pela primeira vez, não tinha conhecimento do livro. Detalhe, eu amo a Rachel MCAdams.

Esse é o Henry DeTamble, um bibliotecário de Chicago com uma anomalia genética desconhecida, responsável por fazer com que ele viaje no tempo, futuro, passado. Durante o filme há varias versões de Henry, com aproximadamente 25 anos, 30, 40.

No inicio da década de 70 Henry sofre um acidente de carro com a mãe, mas ele sobrevivi, pois na hora exata do acidente Henry faz sua primeira viajem no tempo, e é amparado por sua versão mais velha que também viajava no tempo. Mas infelizmente sua mãe não sobrevivi. (Complicado, eu sei. kkkk)
Photo of Eric Bana from The Time Traveler's Wife (2009) with Alex Ferris

As viagens no tempo seria maravilhosas se não fosse por um detalhe, Henry não tem nenhum controle sobre isso. Ele simplesmente desaparece sem aviso prévio, sem saber para onde vai, ou quando vai voltar. O mais angustiante é que ele tenta de toda maneira possível reverter coisas que passaram, como a morte da sua mãe, mas nunca chega na hora certa.

Em 1991 Henry conhece Clare, mas ela já o conhecia desde pequena. Na primeira vez que Henry visitou Clare, ele sempre retornava, como se algo o atraisse para lá. Mas o Hanry de 1991 não se lembrava disso, pois quem visitava Clare ainda pequena era um Henry mais velho.



Eles começam um relacionamento e se casam. O que mais me deixou aflita é que Henry não controla as viagens e perto do casamento começar uma delas acontece, o que deixa seu coração na mão.

 




Clare e Henry começam a enfrentar dificuldades no relacionamento por conta de suas viagens no tempo. Clare passa a ficar muito sozinha e coisas como encontros marcados onde ele não aparece, jantares, ou qualquer coisa que envolva os dois começa a complicar a relação.


Um dos acontecimentos mais dolorosos da história são as tentativas do casal para ter um filho, mas a criança sempre desaparece ainda no ventre de Clare por herdar a anomalia genética de Henry. É doloroso ver o sofrimento de ambos, mas a persistência de Clare é incrível assim como sua fé e esperança.


E apesar de todos os obstáculos, os dois enfrentaram juntos. É uma lição de vida, uma história de amor lindíssima. 







Essa definitivamente é a cena mais linda do filme. Tem como não se apaixonar? 


Bom pessoas é isso. Assista o trailer abaixo e corram para uma locadora mais perto, ou assistam o filme online, mas assistam. Esse é um dos meus filmes da vida e me senti na obrigação de compartilhar isso com vocês. Espero que a história de Henry e Clare toque no mais profundo de seus coraçõezinhos e que o amor não seja extinto, pois é isso que está acontecendo a cada tic tac do relógio. EU ACREDITO QUE AMOR VERDADEIRO é capaz de superar o insuperável, e vocês acreditam? 

ASSISTA O TRAILER

Assista o filme: AQUI
Trilha sonora do filme: Lifehouse - Broken

Já assistiu o filme ou leu o livro? O que achou? Deixe um comentário

Beijinhos e até a próxima

02/02/2015

[TAG] Sua vida em livros

Oi meus lindos e lindas.
Hoje vim responder uma TAG fofa, achei uma tag legal e estou aqui para responde-lá. Como sempre sou indicada para responder alguma Tag pelo Márcio do blog Um baixinho nos livros, então quero ver você responder essa heim Márcio (isso se vc já tiver respondido kkkkkk).
Vamos lá?

1- Um livro para cada inicial do seu nome.
Inacreditável, mas eu não li nenhum livro com as iniciais do meu nome kkkkkk, então vou indicar livros que eu quero ler.

T (Tatiany) - Todo Dia



G (Gomes) - Garota Exemplar



S (Salazar)  - Se eu ficar



S (Souza)  - Simplesmente Acontece



2- Conte sua idade pelos livros da sua estante.
Contei os livros e o 21º é esse. <3



3- Encontre um livro ambientado na sua cidade/estado/País.
Infelizmente não encontrei.

4- Um livro que se passa em um lugar que você gostaria de conhecer
Fácil


5- Escolha uma capa de um livro com sua cor favorita.
Eu amo lilas, vermelho e preto. então acho que o penhasco é a melhor escolha.
Amo a cor dessa arvore. RESENHA em breve.

© Coleções Literárias ♥ - Todos os direitos reservados - 2016 ♥ Criado por: Taty Salazar || Tecnologia do Blogger. imagem-logo